uma parceria com o Jornal Expresso

Edição Diária >

Edição Semanal >

Assine O Mirante e receba o jornal em casa
30 anos do jornal o Mirante

Jaime e a esperança de uma vida melhor

Edição de 24.05.2006 | Desporto
A história de Jaime F. é diferente da de Sandra. Tem a ver com a toxicodependência. O jovem que faz parte da equipa do CAT de Santarém, confessou que foi apanhado nas malhas da droga, quando muito novo veio de Angola para Portugal e conviveu com a separação dos seus pais.“Era muito jovem, vim para Portugal e fiquei completamente sozinho e desamparado. Daí até cair nas malhas da toxicodependência foi um pequeno passo. Sofri muito, mas felizmente que encontrei no CAT de Santarém pessoas muito boas, que me têm ajudado muito, e há seis anos que estou limpo. Consegui deixar as drogas e sinto-me muito bem”, disse Jaime, sem conseguir evitar a tristeza no olhar.Quando no CAT o convidaram para fazer parte da equipa não hesitou e aceitou logo o convite. “É mais uma forma de conviver e de fugir a pensamentos menos correctos, e promove a unidade entre pessoas com os mais díspares problemas sociais”, afirmou com convicção.Jaime quis ainda destacar o trabalho da equipa de acompanhamento do CAT de Santarém. “É uma equipa de médicos, psicólogos e técnicos que faz milagres e nos ajuda a acreditar que é possível limpar a droga da nossa vida”.

Comentários

Mais Notícias

    A carregar...