uma parceria com o Jornal Expresso

Edição Diária >

Edição Semanal >

Assine O Mirante e receba o jornal em casa
30 anos do jornal o Mirante

Mini Volta a Portugal em cicloturismo começa e acaba em Alpiarça

Com 15 etapas entre 20 e 28 de Maio
Edição de 24.05.2006 | Desporto
A XVI edição da Mini Volta a Portugal em cicloturismo, integrada no calendário da Federação Portuguesa de Ciclismo como II Passeio a Portugal em Bicicleta - Ciclismo para Todos, e também pela primeira vez a fazer parte do calendário UCI – União Ciclista Internacional, teeve a partida marcada para o dia 20 de Maio, em Alpiarça, local onde vai terminar no dia 28, depois dos cicloturistas terem percorrido 15 etapas e cerca de 1.100 quilómetros.A Mini Volta a Portugal em Cicloturismo, que nasceu em Maio de 1991, em Alpiarça, tem vindo a solidificar a sua acção e conta com o apoio de uma grande quantidade de associações, e é especialmente recomendada pela Fundação Portuguesa de Cardiologia.Daí o mês de Maio ter sido escolhido para a concretização da iniciativa por ser o “mês do coração” e assim, durante nove dias, os cicloturistas que participaram na prova vão percorrera as regiões do Ribatejo, Estremadura, Alentejo e Beiras, com passagem pela Serra da Estrela, sempre num ritmo de esforço controlado.Ao longo dos 15 anos que já leva de vida, a prova foi crescendo, sem esquecer os objectivos de confraternização. A amizade entre os participantes internacionalizou-se com equipas de França e Suiça e hoje é um dos maiores eventos do género que se realizam em Portugal, cabendo a sua organização ao Grupo Cultural e Recreativo de Cicloturismo do Vale do Tejo.Contudo e apesar do grande crescimento, o grupo nunca abandonou os objectivos para que foi criado: congregar o maior número de adeptos da modalidade; implementar a vertente lúdica como meio insubstituível de contacto com a natureza, promoção da saúde e convívio entre pessoas; promover e dar a conhecer percursos e itinerários de interesse turístico, entre outros.Participam no passeio deste ano as equipas do G.C.R de Cicloturismo do Vale do Tejo; Clube TAP; CCB – Benfica de Coja; Atlético de Reguengos de Monsararz; Orangi Paris, França; Bicicletas Motoreis; C.C. Amigos do Vale de Sousa; A.C.R. Seixalense.No dia 20, na primeira etapa os ciclistas fizeram a ligação de Alpiarça a Galveias, e na segunda etapa partiram de Galveias e terminaram em Estremoz. Dia 21, realizaram-se as ligações Estremoz – Arronches e Arronches Nisa. Dia 22, os ciclista cumpriram uma etapa entre Nisa e Idanha a Nova. Dia 23 foi a vez da ligação Idanha a Nova – Sabugal e Sabugal Manteigas.Dia 24 a etapa entre Manteigas e Arganil tem passagem pelas Penhas Douradas, e Arganil Lousã. No dia 25, disputa-se a etapa mais longa, entre Lousã e Paialvo (Tomar). Dia 26 os cicloturistas vão de Paialvo a Monsanto e de Monsanto a Rio Maior. Dia 27 vão de Rio Maior ao Cadaval e do Cadaval a Casal Pedregulho. No dia 28 disputa-se a última etapa com partida de Casal Pedregulho e chegada a Alpiarça.

Comentários

Mais Notícias

    A carregar...