uma parceria com o Jornal Expresso

Edição Diária >

Edição Semanal >

Assine O Mirante e receba o jornal em casa
30 anos do jornal o Mirante

“Não quero vender carros que eu nunca compraria”

Nuno Cotrim Automóveis em Tomar

Nuno Cotrim é apaixonado por carros desde criança. Sobretudo, modelos desportivos. Por isso, não é de estranhar que tenha trabalhado sempre no ramo automóvel. Após alguns anos a trabalhar para outras empresas decidiu criar a sua própria empresa. A Nuno Cotrim Automóveis surgiu há ano e meio. Nesta altura está em mente uma construção de um stand com características inéditas. A sua postura no mercado é simples, colocar-se no lugar dos clientes e sugerir modelos que ele próprio compraria para si. “Não quero vender carros que eu nunca compraria”.

Edição de 24.05.2006 | Economia
De onde veio essa paixão pelos automóveis?Desde criança sempre gostei de carros, sobretudo de modelos desportivos. Nunca entrei em competições, mas cresci com esta “paixão” e, talvez por isso, tenha enveredado por este ramo. As vendas da Nuno Cotrim Automóveis estão a correr bem?Não atingi os objectivos que tracei, mas compreendo que não posso pedir muito quando sei que os portugueses neste momento estão sem poder de compra. Tenho que ter paciência. O mercado começa a mostrar sinais positivos. O meu objectivo é impor-me pela qualidade. Quem tiver uma boa imagem e souber ganhar prestígio consegue bons negócios mesmo em tempo de crise. Tem mais clientes a título individual ou trabalha muito com empresas?Vendo carros a ambos. Mas noventa por cento dos clientes são particulares, pessoas.Gostaria de ter mais empresas? Pessoalmente, prefiro trabalhar com particulares. É totalmente diferente. Os valores envolvidos nos negócios são diferentes. Não dá para comparar. É óbvio que uma empresa compra mais do que um carro, o que financeiramente é bastante compensador, mas gosto da relação que se estabelece com os clientes particulares. Ter que lhes tirar todas as dúvidas, ajudá-los a escolher o carro certo. Isto é gratificante. Não sente a recessão financeira do país?Sinto, claro que sim. Acho que isso nos afecta a todos. Mas, quem tiver um bom-nome, um bom mercado de trabalho e, sobretudo, uma boa carteira de clientes, que prestigie esse mesmo nome consegue obter bons negócios e vendas mesmo com a grave crise que atravessamos. Trabalha com todas as marcas de automóveis ou com uma única marca?A minha empresa é multi-marcas, mas dedico-me, principalmente, à Mercedes, à BMW e à Audi. Compro automóveis a particulares que pretendem vender as suas viaturas ou nos leilões de automóveis que estão abertos a todos os comerciantes. Depois desta fase inicial, dou a conhecer, através de publicidade, os veículos que tenho disponíveis para venda e as pessoas interessadas contactam-me para fazermos negócio.O que fazia antes de abrir a Nuno Cotrim Automóveis?Estive sempre ligado a esta área. Inicialmente, quando me liguei ao ramo automóvel, encarei isto como um desafio. Trabalhei durante um ano e meio na A. Ferreira e Filhos. Posteriormente, fui contratado pela Jorcar – Faria e Pereira, Lda, - empresa do ramo automóvel de Leiria, onde trabalhei durante três anos. Foi uma óptima experiência e aprendi muita coisa nesta empresa. Depois disto, achei que estava na altura de dar um passo maior. Foi aí que nasceu a Nuno Cotrim Automóveis.Que perspectivas de crescimento tem para a sua empresa?Tenho boas perspectivas para o futuro da minha empresa. Há já algum tempo que tenho em mente um projecto novo para a Nuno Cotrim Automóveis. Pretendo construir um edifício, um parque fechado, aqui nas instalações da empresa. Quero fazer um stand de automóveis inédito em Tomar. Mas o meu maior objectivo é fazer com que a empresa atinja uma dimensão nacional. Para isso, tenho que apostar primeiro em melhores instalações.O investimento que faz em publicidade é rentável?Nem toda a publicidade é rentável. Depende do modo como é feita. Se for bem estudada e planeada a forma como hei-de apostar na publicidade e em que meios vou divulgar a minha empresa, aí sim, posso ver retornos do investimento que faço na divulgação do meu espaço comercial. Agora, quando é tudo feito sem pensar acho que não resulta e mais vale ficar parado.Acha que a publicidade do mercado automóvel está no bom caminho? Não, ainda há alguma publicidade enganosa. Publicidade que leva pessoas mais crédulas a fazerem negócios menos bons. Acho que esse tipo de publicidade não deveria ser permitido. Contactos Nuno Cotrim AutomóveisEstrada Nacional 110 – Vale Carneiro Alviobeira 2305-061 TomarTelef./Fax. 249 301 700Telm. 916 630 382

Comentários

Mais Notícias

    A carregar...