uma parceria com o Jornal Expresso

Edição Diária >

Edição Semanal >

Assine O Mirante e receba o jornal em casa
30 anos do jornal o Mirante
XiraExpo sem brilho

XiraExpo sem brilho

Feira das Actividades Económicas de Vila Franca com pouco público

A Feira das Actividades Económicas de Vila Franca de Xira voltou a desiludir. Apesar das melhorias introduzidas, a XiraExpo não convenceu o público nem os empresários.

Edição de 24.05.2006 | Economia
Pouco público, poucos negócios e poucas oportunidades. A maioria dos empresários presentes na II Feira das Actividades Económicas de Vila Franca de Xira não tem vontade de repetir a experiência. A XiraExpo decorreu de sexta a domingo no parque urbano e pavilhão do Cevadeiro e reuniu 44 empresas de variadas áreas, as onze juntas de freguesia do concelho, a câmara e as duas associações empresariais do concelho-ACIS (Associação do Comércio, Indústria e Serviços dos Concelhos de Vila Franca de Xira e Arruda dos Vinhos) e ADINE (Associação de Dinamização Empresarial).A organização divulgou que a feira foi visitada por quatro mil pessoas, um número que surpreende quem passou pela mostra e raramente viu mais que uma centena de visitantes. Mesmo assim, segundo a organização, a feira perdeu dois mil visitantes e 19 expositores em relação ao ano anterior.A organização reconhece que a participação ficou aquém das expectativas e nem o reforço da animação atraiu mais público. Alguns espectáculos contaram com duas a três dezenas de espectadores.“Isto tem muito pouco para ver. Esperava mais. Não há atracções”, explica Ana Lamego que viajou de Alverca para visitar a feira. O marido António Lamego lamenta a fraca oferta dos stands. “São apenas exposições de produtos e projectos. Há pouco para comprar e a animação é fraca”, acrescenta.Os poucos visitantes que encontrámos defenderam que a feira foi pouco divulgada e sugeriram que a iniciativa tenha outros motivos de interesse. “Por exemplo tascas com petiscos como na feira e carrosséis e insufláveis para os miúdos”, referiu João Almeida, de Vila Franca de Xira.Mas esta é uma feira vocacionada para o mundo dos negócios. Vários empresários que não foram à XiraExpo queixaram-se dos preços praticados pela organização e defenderam que a câmara e as associações devem rever o modelo da feira.“Se não o fizerem, esta XiraExpo está condenada”, revelou um empresário do sector automóvel que se queixou de os preços de Vila Franca serem proporcionalmente mais elevados que o das feiras prestigiadas de Lisboa, Batalha e Matosinhos.Na inauguração da XiraExpo, a presidente da câmara admitiu a possibilidade de rever o modelo do certame de modo a cativar maior interesse das empresas e empresários e dos visitantes. Nelson Silva Lopes
XiraExpo sem brilho

Comentários

Mais Notícias

    A carregar...