uma parceria com o Jornal Expresso

Edição Diária >

Edição Semanal >

Assine O Mirante e receba o jornal em casa
30 anos do jornal o Mirante

Trabalhadores voltam à escola

Centro de Validação de Competências para quadros da OGMA
Edição de 31.05.2006 | Economia
Os trabalhadores das OGMA – Indústria de Aeronáutica Portugal S.A., que não possuem o 9º ou o 12º ano de escolaridade, vão ter uma nova oportunidade de voltar à escola.Esta é uma das medidas previstas no protocolo assinado na quarta-feira pelas OGMA, Câmara de Vila Franca de Xira e Escola Secundária Gago Coutinho, em Alverca, que permitirá a cerca de 600 trabalhadores da empresa aumentar a escolaridade em horário pós-laboral.A medida foi enaltecida pelo primeiro-ministro José Sócrates que considera preocupante o baixo nível de formação dos quadros da empresa. “Desde logo é um problema para a empresa porque cria problemas de produtividade, competitividade, talento e criatividade. Mas também para os próprios que vêem assim diminuídas as suas condições de empregabilidade e vencimento”. José Sócrates salientou que muitos dos trabalhadores, arrependidos de ter deixado a escola cedo, têm agora oportunidade de melhorar o nível de instrução. “O nosso objectivo é multiplicar este exemplo das OGMA. Queremos nos próximos quatro anos dar uma nova oportunidade a um milhão de pessoas que estão já a trabalhar”, sublinhou.A instalação de um centro de reconhecimento, validação e certificação de competências na Escola Secundária, situada perto da empresa, do outro lado da linha de caminho de ferro, irá possibilitar a todos os que se ficaram pelo 6º ou 9º ano adquirir mais formação.Para a presidente da Câmara de Vila Franca de Xira, Maria de Luz Rosinha, é uma forma de reduzir o abandono escolar potenciando a formação de jovens em áreas com saídas profissionais onde escasseiam recursos humanos qualificados.

Comentários

Mais Notícias

    A carregar...