uma parceria com o Jornal Expresso

Edição Diária >

Edição Semanal >

Assine O Mirante e receba o jornal em casa
30 anos do jornal o Mirante
Leoas à frente do núcleo de Alverca

Leoas à frente do núcleo de Alverca

Três mulheres na direcção do núcleo sportinguista ribatejano
Edição de 31.05.2006 | Sociedade
Há um ramo de flores no gabinete da direcção. Os armários estão forrados com espelhos e um desenho da filha de uma directora está afixado na parede. O toque feminino do Núcleo Sportinguista de Alverca salta à vista de quem entra nas instalações da associação, dirigida por três mulheres.Na última assembleia geral do núcleo, realizada a 10 de Março, as mulheres decidiram tomar as rédeas da associação para evitar que a casa fechasse portas. Foram “elas” que deram a cara ao manifesto por paixão ao clube e ao trabalho associativo.Elizabete Pereira, 24 anos, recepcionista de um hotel em Lisboa, substituiu João Gavino na presidência. Ao seu lado tem a presidente adjunta, Ana Rita Martins, 26 anos, secretária de um empresa em Lisboa, e Rita Arvelo, funcionária de armazém, 25 anos.A entrada das mulheres no núcleo liderado tradicionalmente pelo sexo masculino foi uma lufada de ar fresco para a associação. Em três meses já efectuaram melhoramentos na casa e mudaram o balcão frigorífico do bar aberto ao público. Organizaram torneios de snooker e pedy paper com a ajuda de alguns sócios.Ana Rita Martins é a única com filhos, mas em dia de reuniões a pequena Daniela, sete anos, também entra na sala da direcção. Nem o horário alargado da mãe serve de desculpa para não participar na vida da associação. Tão pouco os olhares desconfiados de quem ainda não se habituou a ver mulheres neste sector da sociedade.“As críticas que vêm de pessoas que nunca contribuíram para o clube não nos atingem. Se estamos aqui foi porque alguém nos elegeu”, sublinha Ana Rita Martins.A última medida da actual direcção, composta maioritariamente por mulheres, foi a modernização do aspecto da esplanada. O objectivo é chamar mais gente. Mulheres, mas também jovens, sobretudo cativar mais sócios. “Já lá vai o tempo em que o homem ia à bola e a mulher ficava em casa. As mulheres já começam a despertar para a participação associativa”, diz a presidente leonina.
Leoas à frente do núcleo de Alverca

Comentários

Mais Notícias

    A carregar...