uma parceria com o Jornal Expresso

Edição Diária >

Edição Semanal >

Assine O Mirante e receba o jornal em casa
30 anos do jornal o Mirante

Será que estou preparado para viver neste mundo?

Edição de 04.10.2006 | O Mirante dos Leitores
Na sequência do intercâmbio entre a Sonae e a Galp, fiz compras num supermercado do primeiro grupo e fui abastecer-me de combustível num posto do segundo (saída de Almeirim, direcção a Santarém). A minha intenção era atestar o depósito e realmente atestei mas só quando o líquido começou a sair pela boca do depósito. Quando vou pagar pergunto se as bombas não tinham dispositivo para evitar derrames. O empregado responde-me que é normal acontecer o que me tinha acontecido em virtude de existirem picos de energia, que não era culpado, que não podia fazer descontos porque era um simples empregado e que eu tinha que pagar todo o combustível. Peço o livro de reclamações e ele diz-me que não o tinha à mão e que o vai buscar. Não foi rápido e no regresso vem com algumas folhas A4 em branco, pois dizia não encontrara o livro mas que depois transcreveria a minha reclamação para o livro.Como eu tinha tempo, propus-me esperar até o livro ser encontrado. Foi logo rápido o aparecimento do livro (estava mesmo por baixo da registadora). Lá estava registada uma reclamação relativa a um caso semelhante ocorrido um mês antes. Fiquei com a noção que não se pode reclamar e que ninguém é responsável por nada.João Luís - Almeirim

Comentários

Mais Notícias

    A carregar...