uma parceria com o Jornal Expresso

Edição Diária >

Edição Semanal >

Assine O Mirante e receba o jornal em casa
31 anos do jornal o Mirante
Amor sem barreiras

Amor sem barreiras

Casal com necessidades especiais juntou os trapinhos numa associação de Alverca

Vestidos de noivos a rigor, Alexandra e Paulo deram o nó na instituição que os uniu, quem sabe para sempre. Apesar das suas limitações provaram que o amor não tem barreiras nem tabus.

Edição de 04.10.2006 | Sociedade
Na sala de reuniões da AIPNE (Associação para a Integração de Pessoas com Necessidades Especiais) Paulo não pára de compor o nó da gravata. Está visivelmente nervoso e entre cumprimentos vai perguntando pela “mulher” que nunca mais chega. No corredor que dá acesso à sala onde se vai realizar a cerimónia, Alexandra, bastante mais calma, é ajudada pelas funcionárias da associação a dar os últimos retoques: ajeita o chapéu e compõe o ramo de rosas vermelhas.Com a Quinta Sinfonia de Bethoven como fundo a esperada noiva entra finalmente na sala. Paulo Neves e Alexandra Alves vão agora unir as suas vidas, numa cerimónia simbólica da sua união de facto. Para completar o dia de felicidade o casal vai passar a noite numa pensão em Vila Franca, a lua-de-mel possível para quem tem autonomia limitada. Conheceram-se há quatro meses na AIPNE, em Alverca do Ribatejo, quando Alexandra começou a frequentar o Centro de Actividades Ocupacionais (CAO). Segundo refere a coordenadora do centro, “houve logo uma chama”. Helena Matos diz que se “apaixonaram naturalmente, como qualquer pessoa, só não têm uma vida tão autónoma e precisam do apoio de terceiros”. A responsável escusou-se a revelar a deficiência dos noivos, por querer “evitar as rotulagens, o que interessa é a pessoa em si”. Com o apoio dos pais Paulo e Alexandra avançam com confiança para este novo desafio com que sonhavam há vários anos. Celebrar a sua união no dia do seu 31º aniversário é para Paulo uma felicidade indescritível. O noivo conta que no dia em que conheceu Alexandra gostou logo dela e dois dias depois pediu-a em namoro. Alexandra, de 28 anos, disse prontamente que sim e hoje não tem reservas quando afirma que “o Paulo é o homem da minha vida”. Constituir uma família é um sonho já com muitos anos de Paulo Neves. Depois de conseguir frequentar o curso de jardinagem da AIPNE, que lhe vai possibilitar trabalhar para a Junta de Freguesia de Alverca, Paulo diz que só queria “ter a minha mulher”. Os pais do noivo não escondem a emoção ao ver o único filho dar um passo tão importante. De lágrimas nos olhos, Fernanda Neves diz que, tal como o filho, sempre sonhou com este dia e garante que vai estar ao lado do novo casal “para tudo o que for preciso”. Já Damião Neves, diz que ficou um pouco reticente no início mas sublinha que está “muito orgulhoso do esforço” do filho.Os pais de Alexandra mostram-se ainda um pouco apreensivos, mas Maria da Conceição e Manuel Alves querem acreditar que eles vão conseguir levar uma vida normal. Para isso vão contar com o seu apoio, já que o casal vai passar a viver na casa dos pais de Alexandra na Fonte Santa, em Vialonga.Na hora de lançar o ramo da noiva, foi Liliana Tomé quem o apanhou. A jovem de 20 anos frequenta o CAO onde se reencontrou com Nelson Fernandes e iniciou um namoro que já tem sete meses. Depois de terem andado na mesma escola, perderam o rasto um do outro até a AIPNE os voltou a juntar.Nelson, que trabalha no Centro de Emprego Protegido, já pediu Liliana em casamento, mas ela prefere esperar. “Queremos ver primeiro como correm as nossas progressões, depois talvez isso aconteça”, diz a jovem. Sara Cardoso
Amor sem barreiras

Comentários

Mais Notícias

    A carregar...