uma parceria com o Jornal Expresso

Edição Diária >

Edição Semanal >

Assine O Mirante e receba o jornal em casa
31 anos do jornal o Mirante
Premiar talentos e motivar colegas

Premiar talentos e motivar colegas

Melhores alunos foram distinguidos pelo Rotary Clube de Santarém

Os alunos destacam-se dos demais pelas notas elevadas mas também pelo carácter e empreendedorismo fora da escola

Edição de 04.10.2006 | Sociedade
Os Prémios Escolares do Rotary Clube de Santarém (RCS), no valor de 250 euros, foram entregues a 26 de Setembro aos melhores alunos das escolas secundárias Sá da Bandeira e Ginestal Machado, da Escola Superior de Enfermagem e do Conservatório de Música de Santarém. O jovem músico Rui Pedro Rodrigues, que concluiu o oitavo grau do curso de piano do Conservatório de Música de Santarém, já arrecadou dois prémios escolares do RCS, a par de várias distinções nacionais e internacionais. O prémio deste ano, com o nome de Francisco Pereira Viegas, justifica-se pelos 19 valores de média no curso e da nota 20 a piano. Agora segue para a Universidade do Porto para estudos superiores de música.Na área da saúde, Ana Margarida Anacleto destacou-se como melhor aluna finalista do curso de Enfermagem da Escola Superior de Enfermagem de Santarém. Mas também como exemplo de dedicação e companheirismo dentro e fora da escola, como foi falado em relação a todos os premiados.“É muito gratificante receber este prémio por representar a Escola de Enfermagem e penso que também uma motivação para todos os alunos”, afirmou a futura enfermeira, que confessa o seu gosto pelas relações humanas e a ajuda ao próximo.Ana Luísa Onofre sentiu um orgulho especial por ver reconhecido o mérito da filha ao ser destacada pelo Rotary Clube como a melhor aluna de Inglês (19 valores), na área de Humanidades, da Escola Secundária Sá da Bandeira. Ana Beatriz Onofre é para a mãe uma jovem de personalidade vincada e intensa, que sabe dominar o discurso, comunicar e tem grande dedicação ao trabalho. “Ela sabe descansar, estudar, dosear o esforço e divertir-se como muitos outros jovens”, refere Ana Luísa a O MIRANTE. A filha encontra-se em Londres a estudar. A economia é a paixão de Rita Batista, que lembra como em pequena “já brincava às empresas e jogava ao Monopólio”. A aluna do décimo ano da Escola Secundária Ginestal Machado foi a melhor na área de Economia da escola e recebeu o prémio “Manuel Branquinho”.Estímulo aos jovens empreendedoresDe acordo com o presidente do Rotary Clube de Santarém os prémios destinam-se a incentivar o mérito intelectual e a qualidade numa altura em que a sociedade atravessa dificuldades. Para Eduardo Farinha é importante “estimular alunos, escolas e famílias a prosseguirem o trabalho de aprendizagem e de promoção de atitudes empreendedoras na busca de soluções aos desafios que surgem”. Já o presidente da Câmara de Santarém, Francisco Moita Flores (PSD), disse que a conquista dos prémios pelos alunos tem paralelo no desafio que Santarém tem pela frente. “De vencer o desafio da qualidade, do rigor e da equidade. Os bons alunos são boas pessoas. Não acredito nas más inteligências”, concluiu.Ricardo Carreira
Premiar talentos e motivar colegas

Comentários

Mais Notícias

    A carregar...