uma parceria com o Jornal Expresso

Edição Diária >

Edição Semanal >

Assine O Mirante e receba o jornal em casa
30 anos do jornal o Mirante
Aprendeu dança às escondidas da mãe

Aprendeu dança às escondidas da mãe

Edição de 11.10.2006 | Cultura e Lazer
“Ser bailarina não é profissão”. Foi esta resposta que a professora de dança e ex-bailarina recebeu da mãe quando lhe disse que o seu sonho era seguir a carreira artística.Lydie Carnier tinha 11 anos. Ganhou coragem e revelou a ambição ao pai que deu à menina o dinheiro para as aulas de ballet. Lydie Carnier aprendeu a dançar nas horas livres da tarde, depois da escola, na cidade francesa de Fécamp, onde residia então. “Só contei à minha mãe na altura do espectáculo final do ano porque não tinha como justificar uma saída à noite”, conta a professora com um sorriso nos lábios. A pequena bailarina estreava-se aos 12 anos com “O Lago dos Cisnes”. Voltaria a subir muitas outras vezes ao palco. Durante quase vinte anos. Mas a memória desse dia ficou-lhe para sempre. A emoção de enfrentar a plateia. Os pés ensanguentados dentro dos sapatos de ponta. Para se superar a si própria e alcançar o lugar mais alto.
Aprendeu dança às escondidas da mãe

Comentários

Mais Notícias

    A carregar...