uma parceria com o Jornal Expresso

Edição Diária >

Edição Semanal >

Assine O Mirante e receba o jornal em casa
30 anos do jornal o Mirante
João Barradas é vice-campeão mundial

João Barradas é vice-campeão mundial

Acordeonista ribatejano encanta na Sérvia

O título de campeão do mundo nunca esteve tão perto. João Barradas foi segundo no Mundial de Acordeão que decorreu na Sérvia.

Edição de 11.10.2006 | Cultura e Lazer
O acordeonista João Barradas sagrou-se vice-campeão mundial ao conquistar o segundo lugar no 56º Troféu Mundial de Acordeão, que decorreu entre 5 e 8 de Outubro na cidade de Kragujevac, na Sérvia.O músico de 14 anos de idade, natural de Porto Alto (Samora Correia) conseguiu o segundo lugar na categoria Varieté Júnior, com menos 15 centésimos que a vencedora. A francesa Sarah Vonan é a nova campeã mundial e o terceiro lugar foi ocupado por outro jovem gaulês, Thideault Thepavzz. “Foi uma grande emoção. Ser o segundo numa competição que reuniu os melhores do mundo é muito bom”, revelou o acordeonista a O MIRANTE.João Barradas, que tinha sido quarto classificado no Mundial de Santiago de Compostela, em 2004, está preparado para conquistar o título em 2008, mas refere que a decisão do júri é soberana. “Eles é que decidem e são muito competentes para o fazer. Temos de aceitar. Todos os apurados queremos ser campeões”, afirma.Neste Mundial, Portugal conseguiu ainda um quarto lugar por Marlon Valente, um jovem acordeonista de 15 anos de idade, residente em Vale de Cambra, Lisboa. Marlon e João Barradas foram os únicos portugueses num troféu que juntou mais de 40 acordeonistas de uma dezena de nacionalidades.O concurso reuniu as maiores figuras do mundo e decorreu num país em que o Acordeão tem muitíssimos seguidores e é visto como um instrumento de eleição. “Há uma cultura diferente e o acordeão é um instrumento muito valorizado na Sérvia”, referiu João Barradas.O jovem que encantou o público presente nas audições públicas viajou acompanhado dos seus pais e do professor Aníbal Freire, um campeão mundial que se dedica à formação de novos campeões, incluindo os dois jovens que representaram Portugal. João Barradas dedicou este triunfo ao professor e aos pais. “Sem eles nada disto seria possível”, reconhece.A preparação diária e a participação nas competições internacionais exigem um enorme esforço também a nível financeiro. O acordeonista não tem qualquer apoio ou subsídio para representar Portugal.“Só com o enorme gosto em aprender e o orgulho de representar o país é que se consegue”, explica o vice-campeão mundial. Recorde-se que João Barradas já tinha sido campeão Ibérico de Acordeão. O acordeonista venceu o 3º Troféu Ibérico de Acordeão que decorreu em Julho em Amarante. João Barradas venceu nas categorias Popular/Ligeiro Juvenil e Concerto (musica clássica).O músico tem cinco troféus de campeão nacional nas categorias de iniciado, infantil e juvenil. A nível internacional, João Barradas conseguiu o 1º Prémio nos concursos internacionais na Croácia, Castelfidardo (Itália) e Vila de Cedeira, Corunha (Espanha)João Barradas, aluno do 9º ano na Escola EB 2/3 de Porto Alto, frequenta o 7º Grau do curso oficial do Instituto de Música Vitorino Matono, em Lisboa. Para aperfeiçoar a técnica tem aulas na escola Serenata em Alcobaça, também com o professor Aníbal Freire, que o prepara para os concursos nacionais e internacionais.O próximo objectivo é conquistar o título mundial. “É para isso que trabalho todos os dias”, conclui.Nelson Silva Lopes
João Barradas é vice-campeão mundial

Comentários

Mais Notícias

    A carregar...