uma parceria com o Jornal Expresso

Edição Diária >

Edição Semanal >

Assine O Mirante e receba o jornal em casa
31 anos do jornal o Mirante
Expositores confirmam importância da Fersant

Expositores confirmam importância da Fersant

Nersant faz balanço positivo do certame
Edição de 11.10.2006 | Economia
De 29 de Setembro a 8 de Outubro, Torres Novas recebeu mais uma edição da Fersant – Feira Empresarial da Região de Santarém. Segundo a Nersant, o certame, que completou, assim, o seu 17º aniversário, fechou com balanço positivo, confirmado pelos próprios expositores, que reafirmam de forma unânime tratar-se de um evento de incontornável importância na região e que, quando bem aproveitado pelas empresas, pode apoiá-las na promoção da sua imagem e sobretudo na angariação de novos clientes. Com três anos apenas, a Tecnoconforto decidiu, este ano, estrear-se na Fersant. No último dia do certame, Luís Silva, responsável pela empresa com actividade no sector da comercialização de sistemas de climatização e sede em Torres Novas, assegura que valeu a pena. “A Tecnoconforto esteve na Fersant com a perspectiva de angariar um maior número de clientes. Nesse sentido, traçámos um objectivo antes da feira que nos permite concluir, hoje, que valeu a pena estar presentes. Ultrapassámos largamente o número definido, pelo que saímos com vontade de regressar”.O bom desempenho deve-se em grande parte, na opinião do jovem empresário, ao empenho que dedicaram na preparação do certame. “Tivemos a preocupação de preparar a nossa vinda, trazendo promoções interessantes, o que despertou a atenção do público”, refere. Uma opinião partilhada por Jorge Rosa, da empresa Simerep com actividade na comercialização de sistemas informáticos e mobiliário de escritório. “Já é o terceiro ano em que participamos na Fersant e temos vindo a apostar cada vez mais na forma como estamos presentes. Como consequência, este ano, tivemos maior quantidade e qualidade nos contactos realizados”, esclarece, acrescentando que a Simerep não só ampliou a sua área de exposição, como também optou por criar ambientes atractivos e trazer alguma animação protagonizada por dois simpáticos palhaços. Com apenas seis meses de existência, a empresa “Now what?”, de Abrantes, saiu igualmente satisfeita da XVII Fersant. “Foi uma excelente oportunidade para estabelecer contactos que espero que sejam frutuosos no futuro. Tive contactos realmente muito interessantes. Sobretudo para uma empresa com seis meses de vida foi fundamental a possibilidade de contactar e interagir com o público”, afirma António Alves Vieira, responsável pela empresa de consultoria.Apesar da “Now What?” ser mais uma das empresas estreantes na edição de 2006, António Alves Vieira conhece bem o certame, dos tempos em que foi director de fábrica da Victor Guedes, produtora dos azeites “Gallo”, que na sua opinião continua a ser de toda a pertinência. “A Fersant continua a fazer sentido, não tenho dúvidas nenhumas. O espaço está bem tratado, o serviço é bom, o certame tem já uma longa tradição e é conhecido e a Nersant é uma entidade conhecida e respeitada em todo o território do Ribatejo. Penso que as empresas ganham em apostar neste evento”.
Expositores confirmam importância da Fersant

Comentários

Mais Notícias

    A carregar...