uma parceria com o Jornal Expresso

Edição Diária >

Edição Semanal >

Assine O Mirante e receba o jornal em casa
30 anos do jornal o Mirante

Três gestores na administração

Edição de 11.10.2006 | Política
A Rumo 2020 tem como primeira missão avançar para a construção do pavilhão desportivo do Cartaxo até 2008. O pavilhão desportivo a construir terá capacidade para albergar a realização de espectáculos desportivos, culturais, congressos e convenções. Terá 1.200 lugares de capacidade e bancada amovível para mais 300. O custo estimado da obra é de 1,5 milhões de euros.A empresa municipal irá ser gerida com receitas da sua actividade, bens próprios, verbas da câmara, doações e subsídios. A entidade pode ainda contrair empréstimos de acordo com os estatutos.A empresa municipal disporá de competências e técnicos para planeamento, programação financeira e gestão de projectos, contará com verbas de contratos-programa a firmar com a câmara e irá delinear tarifas e preços de exploraçãoA gerir os destinos da Rumo 2020 estará um conselho de administração composto por três membros, além de um fiscal de contas e um conselho geral. O estatuto remuneratório, ajudas de custo e outras regalias dos elementos da administração são definidos pela câmara em função do estatuto dos gestores públicos.O capital inicial previsto para a empresa é de 50 mil euros a cargo da câmara. Os custos com pessoal previstos ascendem a 132 mil euros até 2008, altura em que a empresa deverá contar com sete funcionários.

Comentários

Mais Notícias

    A carregar...