uma parceria com o Jornal Expresso

Edição Diária >

Edição Semanal >

Assine O Mirante e receba o jornal em casa
31 anos do jornal o Mirante

Estudos em segundo plano

Edição de 18.10.2006 | Desporto
Pedro Oliveira concluiu no passado ano lectivo o 12º ano e falhou a entrada na universidade por apenas seis décimas o que, por um lado, o deixou triste mas, por outro, lhe deu mais tempo para treinar de manhã e ao final da tarde. “Há males que vêm pora bem”, diz com um sorriso. Está a fazer melhoria de nota para entrar no próximo ano no cursoa de fisioterapia, admitindo depois especializar-se em lesões desportivas.Mas mesmo que entre na universidade no próxiamo ano lectivo, Pedro Oliveira tem bem claras as suas opções. Para já quer privilegiar a natação porque em 2008 há Jogos Olímpicos e quer estar presente e fazer boa figura. “Como qualquer atleta tenho o sonho dea estar nos Jogos Olímpicos e vou trabalhar para alcançar os mínimos”, refere.Ainda falta muito tempo mas Pedro sabe que se tudo correr bem em 2008 terá vinte anos e estará no auge da sua carreira. “Não sei se será o ponto alto mas gostava muito de ir e fazer o meu melhor. O melhor resultado português é uma meia final, não vou dizer que vou chegar lá mas vou dar o meu máximo”, garante.Atleta desde sempre do Clube de Natação de Rio Maior, Pedro Oliveira considera que tem as melhores condições que poderia ter no nosso país. “Em Portugal não háa nenhum cluabe com as condições do Clube de Natação de Rio Maior. Temos um presidente de câmara que apostou no desporto e isso tem-se reflectido. Ainda esta semana temos aqui as selecçõeas da Dinamarca e da Holanda a estagiar. Isso diz bem das condições e é por isso que não penso sair de Rio Maior”, garante.Fora da natação, Pedro come o normal para um jovem da sua idade e não faz muitas cedências em termos de pratos. No entanto é muito raro sair à noite. Não gosta. Prefere ficar em casa ligado na internet, onde passa horas a “surfar”.

Comentários

Mais Notícias

    A carregar...