uma parceria com o Jornal Expresso

Edição Diária >

Edição Semanal >

Assine O Mirante e receba o jornal em casa
31 anos do jornal o Mirante

Portugal lidera subida de impostos na Europa

Edição de 18.10.2006 | Economia
Portugal foi terceiro país da Organização para a Cooperação e Desenvolvimento Económico (OCDE) e o primeiro da União Europeia a Quinze com maior aumento de impostos nos últimos 20 anos, indicam dados da OCDE publicados no dia 11 de Outubro.De acordo com os dados da OCDE, referidos no Diário de Notícias, entre 1985 e 2004, a soma das receitas fiscais das contribuições sociais em percentagem do PIB aumentou 9,3 pontos percentuais em Portugal, passando de 25,2 para 34,5 por cento.Entre os países da OCDE para os quais existem dados disponíveis, apenas na Turquia e na Islândia se registou um agravamento mais acentuado da carga fiscal durante esse período.O jornal refere que Portugal partiu, como a generalidade dos países menos desenvolvidos, de uma situação em 1985 de carga fiscal muito abaixo da média. Há 20 anos, Portugal era o quarto país da OCDE com um menor peso dos impostos na economia, apenas superando o México, Turquia e Coreia do Sul.Portugal continua, segundo os dados fornecidos pela OCDE para 2004, a apresentar um peso da receita fiscal e das contribuições sociais no PIB que é inferior à média dos países pertencentes a esta organização e à União Europeia a Quinze.Para este ano, o relatório sobre "Estatísticas das receitas públicas" não apresenta dados relativos a Portugal, mas tendo em conta os valores da execução orçamental desse ano já é possível verificar que a tendência de agravamento da carga fiscal se manteve, escreve o DN.Segundo o jornal, os últimos números disponibilizados pelo Governo para o ano passado mostram que o peso das receitas fiscais e das contribuições sociais no PIB aumentou 0,9 pontos percentuais face a 2004.

Comentários

Mais Notícias

    A carregar...