uma parceria com o Jornal Expresso

Edição Diária >

Edição Semanal >

Assine O Mirante e receba o jornal em casa
31 anos do jornal o Mirante

Família vive com água e luz emprestada

Empreiteiro foi multado por fornecer cliente
Edição de 18.10.2006 | Sociedade
Um casal com duas crianças ocupa já uma fracção da Urbanização dos Chãs, em Aveiras de Cima, que ainda não é servida por água e luz. A electricidade é fornecida gratuitamente pelo empreiteiro, tal como a água que vem de uma mangueira pela parede do prédio atravessando uma janela. O que já valeu um multa da câmara que avançou com processo em tribunal contra o empresário António Félix.Jorge Pinheiro, serralheiro de profissão, viu-se obrigado a deixar a apertada casa onde vivia depois do nascimento do segundo filho. Mudou-se para um prédio que ainda não possui licença de habitabilidade com autorização do empreiteiro que se sensibilizou com a situação.O processo de empréstimo da família já caducou quatro vezes. Jorge Pinheiro falou esta semana com um novo banco que lhe garantiu alguma margem de manobra até a situação do apartamento ficar regularizada. Até lá o único morador da urbanização inacabada continuará sem pagar renda, luz e água, mas a viver em condições precárias.O presidente da Câmara de Azambuja diz desconhecer a situação, mas garante que faz parte do procedimento normal levantar um processo sempre que são detectadas situações irregulares, como é o caso. Joaquim Ramos adianta ainda que provavelmente a situação foi assinalada mediante denúncia.

Comentários

Mais Notícias

    A carregar...