uma parceria com o Jornal Expresso

Edição Diária >

Edição Semanal >

Assine O Mirante e receba o jornal em casa
30 anos do jornal o Mirante

Mercado municipal da Póvoa às moscas

Só uma dezena de vendedores sobrevive
Edição de 18.10.2006 | Sociedade
Hoje o mercado municipal da Póvoa não tem mais de 10 vendedores. O reduzido movimento que se regista na maior parte dos dias afastou muitos dos que antes faziam deste mercado o seu ganha-pão. A culpa, dizem os vendedores que resistem, é da má localização. “Isto não tem estacionamento nem instalações para receber as pessoas”, afirma José Custódio Furtuoso, talhante no mercado há seis anos. No mercado actual, conta o vendedor, “são dias e dias sem fazer nada. Ao fim de semana é que vem alguém, de resto mais valia estar fechado”. Para José Custódio a solução passaria por deslocar o mercado para junto do espaço da feira semanal onde o problema do estacionamento já não se coloca. A mudança é também bem vista por Maria Fernanda Carvalho, que vende peixe no mercado desde os nove anos. Hoje, com 71 anos, lamenta as bancadas vazias e a falta de clientela “que se queixa sempre de não haver estacionamento”. Vitalina Caetano, vendedora de fruta há 27 anos, partilha da opinião da colega e espera que “seja feita realmente alguma coisa”.

Comentários

Mais Notícias

    A carregar...