uma parceria com o Jornal Expresso

Edição Diária >

Edição Semanal >

Assine O Mirante e receba o jornal em casa
30 anos do jornal o Mirante
Obras de saneamento destruíram alcatrão

Obras de saneamento destruíram alcatrão

Nos Casais de baixo, Azambuja

O piso da rua Sommer de Andrade, nos Casais de Baixo, ficou danificado depois das obras de saneamento. A Câmara de Azambuja diz que é preciso esperar que a estrada ceda antes de nova intervenção.

Edição de 18.10.2006 | Sociedade
Os moradores da Rua Sommer de Andrade, nos Casais de Baixo, Azambuja, que este ano foi sujeita a obras de saneamento, estão descontentes com a forma como a estrada de acesso às casas foi deixada depois da intervenção no subsolo.O piso esburacado, desnivelado e remendado com pedaços de alcatrão são as principais queixas dos moradores que já estavam habituados a uma estrada de acesso digna, que em tempos foi de terra batida.“Antes das obras de saneamento a estrada estava impecável. Tinha um tapete de alcatrão novo. Depois destruíram o piso para colocar os esgotos, como é normal, mas ficou assim”, queixa-se Joana Lima, moradora no cimo da rua, que fica logo à entrada da aldeia da freguesia de Azambuja.Joana Lima teme que com a chegada do Inverno as terras ocupem a estrada degradando ainda mais os remendos de alcatrão colocados depois das obras. Até porque, segundo garante outro dos moradores, a largura do piso foi reduzida.“É uma vergonha. Destruíram um piso que custou dinheiro a todos”, reclama António Ramalho. O morador não se conforma com o piso irregular e aponta o dedo ao mau trabalho da última empresa que passou pelo local. “Entregam os trabalhos a essas empresas criadas na hora para ganhar os concursos públicos que só precisam de ter uma máquina”, acusa.O vice-presidente da Câmara, Luís de Sousa, responsável pelo pelouro das obras e saneamento, confirma que a empresa que construiu os esgotos no local foi à falência e por isso a autarquia teve que resgatar a garantir bancária para proceder aos arranjos do piso depois das obras do saneamento básico.O autarca garante no entanto que de momento não é possível fazer mais já que é necessário esperar que o piso ceda. “Corremos o risco que aconteça depois o mesmo que no Vale do Brejo, em Aveiras de Cima. O piso cedeu depois da chuva e agora é que fomos obrigados a colocar remendos”, explica.Luís de Sousa garante que o piso da rua será intervencionado, mas só para o ano, na altura do Verão, depois das chuvas fazerem o alcatrão estabilizar.
Obras de saneamento destruíram alcatrão

Comentários

Mais Notícias

    A carregar...