uma parceria com o Jornal Expresso

Edição Diária >

Edição Semanal >

Assine O Mirante e receba o jornal em casa
31 anos do jornal o Mirante
Ratazanas no recreio

Ratazanas no recreio

Pais exigem desratização da Escola António Torrado, em Abrantes

Há ratos a passear pelo recinto de uma escola primária de Abrantes, frequentada por 270 crianças. Os pais querem uma desratização do local e acusam o agrupamento escolar e a câmara de minimizarem a questão.

Edição de 18.10.2006 | Sociedade
“Se segunda-feira isto não estiver resolvido os meus filhos não vêm às aulas”, dizia na sexta-feira Paulo Carneiro à porta da escola do primeiro ciclo António Torrado, em Abrantes, depois de a associação de pais ter alertado câmara e agrupamento escolar para a proliferação de ratos dentro do recinto escolar.O pai de Nuno e Daniela mostrava-se revoltado com o “pouco caso” que a direcção do estabelecimento de ensino e a vereadora da Educação da Câmara de Abrantes, Isilda Jana (PS), estariam a dar ao assunto.A revolta de Paulo Carneiro era comum à maioria dos pais dos 270 alunos da escola António Torrado. Na sexta-feira à tarde, enquanto esperavam pela saída dos filhos, os encarregados de educação foram tecendo críticas ao modo como os responsáveis estavam a lidar com a questão. E lembravam que estava em causa a saúde pública, particularmente de crianças de tenra idade.Para Helena Silva, mãe do pequeno Renato, a situação “é intolerável”. “Se tiverem que fechar a escola por três ou quatro dias para fazer uma desratização que o façam já e não esperem pelo próximo período de férias, porque até lá pode acontecer uma desgraça”.A mãe de Diana, Adelina Raimundo, adianta que as crianças andam aterrorizadas com “as ratazanas” que têm aparecido nos espaços verdes da escola, particularmente junto à horta pedagógica. E está convicta que o problema não será resolvido apenas com a colocação de veneno, já efectuada pelos serviços da câmara.Antigamente corria um ribeiro por baixo do que é hoje a horta pedagógica e é junto a esse local, onde hoje existe uma espécie de caixa-de-ar, que têm sido avistadas as ratazanas, confirma a vereadora do município com o pelouro da educação.Isilda Jana lembra no entanto que este problema não é de agora - já existia o ano passado, embora talvez em menor escala - e adianta ter agido de imediato após o conhecimento da situação, espoletada na sexta-feira anterior pela associação de pais. Segundo a vereadora, funcionários da Divisão de Ambiente da autarquia deslocaram-se ao local e colocaram “iscos” (veneno) junto à referida caixa de ar, onde se pressupõe que os ratos vão pernoitar.“Não há nenhuma praga de ratos, apenas foram avistados alguns”, diz Isilda Jana, adiantando não ter nenhuma varinha mágica para poder acabar com eles de um momento para o outro. “Vamos ver se o veneno faz efeito antes de avançar para uma desratização”. Um processo que, diz, a ser feito não vai incluir só o recinto escolar mas toda a zona habitacional (Bairro da Encosta da Barata) envolvente ao estabelecimento de ensino. E que será com certeza moroso, “devido aos trâmites administrativos a que este tipo de acções está sujeito”.Às considerações da vereadora sobre o comportamento dos encarregados de educação que, segundo Isilda Jana, agiram com “pânico tonteiro” e “fizeram uma tempestade num copo de água”, os pais respondem que a autarca deve estar à espera que alguma criança seja mordida para resolver a questão de uma vez por todas.“Ainda ontem (quinta-feira), na inauguração da galeria de arte, eu e outros pais observámos duas enormes ratazanas a passear-se no relvado interior da escola e até houve quem tirasse fotografias. A senhora vereadora deve estar à espera que elas entrem dentro das salas de aulas”, diz Paulo Carneiro.Lurdes Batista, do conselho executivo do agrupamento Abrantes Oeste, a que pertence a escola primária António Torrado, confirmou o aparecimento de ratos no pátio da escola, referindo apenas que o assunto estava a ser tratado pelas entidades camarárias competentes. “Não entendo tanto alarido”, diz.Margarida Cabeleira
Ratazanas no recreio

Comentários

Mais Notícias

    A carregar...