uma parceria com o Jornal Expresso

Edição Diária >

Edição Semanal >

Assine O Mirante e receba o jornal em casa
30 anos do jornal o Mirante
Tomar entra em obras

Tomar entra em obras

Empreitada pode não estar concluída antes da Festa dos Tabuleiros

Tomar vai ser nos próximos meses uma cidade em obras, com a substituição dos colectores de esgotos domésticos e pluviais em 26 ruas e avenidas.

Edição de 18.10.2006 | Sociedade
Vinte e seis ruas e avenidas de Tomar vão estar em obras nos próximos meses, dotando boa parte da zona nova da cidade de melhores infra-estruturas básicas. A empreitada é feita em três fases distintas e tem de estar concluída antes da próxima Festa dos Tabuleiros, em Julho de 2007. Mas já vai com atrasos.“As datas das obras apresentadas são indicativas e dependem muito das dificuldades que surgirem durante a remodelação”, refere um desdobrável dos Serviços Municipalizados de Água e Saneamento (SMAS) de Tomar, responsáveis pela colocação de novas infra-estruturas básicas em 26 ruas e avenidas na cidade.Se tudo correr como o previsto a empreitada estará concluída no início de Março do próximo ano, quatro meses antes da realização do maior evento do concelho, a Festa dos Tabuleiros. Mas, como refere o director dos SMAS, Fernando Caetano, numa obra desta dimensão há sempre vicissitudes.Até porque, como alerta o responsável, a remodelação das ruas também será aproveitada por outras entidades, como a EDP e a Tagusgás, para colocação subterrânea de tubos de electricidade e de gás natural. “Quando se mexem em ruas antigas é sempre um problema”, admite Fernando Caetano.Não é de estranhar, por isso, que as máquinas ainda continuem a revolver terras na rua do Centro Republicano, uma das primeiras a ser intervencionada, quando o prazo previsto para a sua conclusão terminou na quarta-feira, 11 de Outubro. Porque se encontraram algumas infra-estruturas antigas, “cabos velhos”, com os quais o empreiteiro não contava.A Câmara de Tomar, dona da obra, os SMAS e a construtora bracarense Domingos da Silva Teixeira têm tido várias reuniões de acompanhamento da empreitada. Fernando Caetano diz que, na última, realizada há pouco mais de uma semana, o empreiteiro garantiu que todas as obras estariam concluídas em Abril. “Espero que isso aconteça”.Mas como diz o director dos SMAS, os atrasos fazem parte da própria “essência das obras” e, admitindo que estas não estejam concluídas antes da Festa dos Tabuleiros, Fernando Caetano admite que só serão finalizadas após o evento. “Garanto que não haverá trabalhos em nenhuma rua por onde passarão os cortejos”, diz, adiantando que, nesse caso, a única solução é colocar “uns taipais bonitos” a esconder os trabalhos.As obras visam a substituição dos colectores de esgotos domésticos e pluviais, separando a água das chuvas (directamente para o rio) dos esgotos residenciais, cujas ligações domiciliárias irão ser todas refeitas e encaminhadas para a Estação de Tratamento de Águas Residuais (ETAR) da zona industrial da cidade.Incluídos na empreitada, adjudicada por 1,876 milhões de euros (mais IVA), estão ainda a reposição dos pavimentos rodoviários e dos passeios em calçada das 26 ruas e avenidas alvo de intervenção.Margarida Cabeleira
Tomar entra em obras

Comentários

Mais Notícias

    A carregar...