uma parceria com o Jornal Expresso

Edição Diária >

Edição Semanal >

Assine O Mirante e receba o jornal em casa
30 anos do jornal o Mirante

Governo fixa preço de acções da Galp

Edição de 25.10.2006 | Economia
O Governo fixou em 5,81 euros o preço por acção para a Oferta Pública de Venda (OPV) e para a Venda Directa das acções da Galp Energia, anunciou o Ministério das Finanças.Em comunicado, as Finanças adiantaram que este valor "tem implícito um desconto de 5 por cento face ao preço máximo do intervalo de preços que, como tinha ficado definido por resolução do Conselho de Ministros, foi fixado entre 5,06 euros e 6,12 euros".Os pequenos subscritores, trabalhadores e emigrantes beneficiarão de um desconto de 5 por cento sobre o preço agora fixado para a OPV, pagando 5,52 euros por cento.O Ministério das Finanças revela, também, que a procura de acções destinadas à OPV excedeu 21 vezes a oferta (tendo atingido os 1.726 milhões de acções), sendo que as ordens de subscrição provenientes do público em geral superaram 49,3 vezes a oferta, a dos pequenos subscritores excederam 9,2 vezes a oferta e a dos trabalhadores 1,2 vezes a oferta.Na venda directa, a procura excedeu 16 vezes a oferta ao preço máximo ( 1.713 milhões, incluindo o 'greenshoe') e 22 vezes a oferta, quando considerado o preço mínimo."O Governo decidiu ainda manter inalteradas as quantidades de acções anteriormente fixadas para a Oferta Pública de Venda e para a venda directa, respectivamente", acrescenta o Ministério das Finanças.A operação de privatização da Galp Energia, integrada no programa de reprivatizações para o biénio 2006/2007, pressupõe a venda directa de 90 milhões de acções a um conjunto de instituições financeiras, que ficarão obrigadas a proceder à subsequente dispersão das acções em bolsa, parte da qual em mercados internacionais.Além disso, passa pela realização de uma oferta pública de venda, onde um lote de mais de 82 milhões de acções, no qual participarão os trabalhadores da Galp Energia, bem como a pequenos subscritores, emigrantes e público em geral.Foi também criado um lote suplementar de 17 milhões de acções que pode vir a ser vendido conforme a procura ("greenshoe").

Comentários

Mais Notícias

    A carregar...