uma parceria com o Jornal Expresso

Edição Diária >

Edição Semanal >

Assine O Mirante e receba o jornal em casa
30 anos do jornal o Mirante
Um livro de crónicas de missões solidárias

Um livro de crónicas de missões solidárias

Médico de Fazendas de Almeirim apresenta “Canto e Lágrimas em Terra Quente”

Hernâni Caniço já participou em 42 missões internacionais de solidariedade, levando os seus conhecimentos e afectos a quem mais precisa. Alguns retalhos da vida deste médico foram editados em livro.

Edição de 31.10.2006 | Cultura e Lazer
A luta por princípios, causas e valores em nome de quem não aufere de bem-estar levou o médico Hernâni Pombas Caniço, natural de Fazendas de Almeirim, a participar em 42 missões internacionais de solidariedade. Uma boa parte dessas missões em países de língua oficial portuguesa está espelhada no livro “Canto e Lágrimas em Terra Quente”, apresentado sábado a propósito do décimo quinto aniversário da Biblioteca Municipal de Almeirim.Hernâni Pombas Caniço, 52 anos, presidente da organização não governamental (ONG) Associação Saúde em Português, recorda sobretudo missões como a que o levou a Timor em 2001. “É um povo muito receptivo, digno e com uma humildade impressionante. Ajudámos a construir o terceiro maior hospital no país mas também tivemos uma baixa com o falecimento do nosso vice-presidente”, recorda. Os momentos quentes e frios, bons e maus, estão sempre presentes. Quentes, pelo ânimo e calor dos povos anfitriães, ou frios “como no alto das montanhas de Timor”. Passou por momentos difíceis. Uma cólica renal em Cuba, as “ementas” repetitivas de muitos locais ou a troca de tiros a que assistiu na Guiné-Bissau entre as tropas de Ansumane Mané e Nino Vieira foram alguns dos episódios que nunca o fizeram recuar.“Estamos a ajudar quem necessita e, ao mesmo tempo, damos uma boa imagem de Portugal e dos profissionais envolvidos nas acções de voluntariado”, sustenta. O presidente da Câmara de Almeirim, José Joaquim Sousa Gomes, amigo da família do médico, passou por alguns trechos do livro para evocar a sensibilidade e carácter solidário do autor, “membro de uma família que ajudou a construir Fazendas de Almeirim”.O carácter solidário de Hernâni Caniço revelou-se quando corria o ano de 1973 e, no cine-teatro de Almeirim, defendeu em público a solidariedade entre povos e se manifestou contra a guerra colonial. “Fui levado para o posto de polícia de Almeirim e julgado em tribunal sumário em Santarém, apesar de ser de boas famílias”, gracejou. O livro é o primeiro da colecção Saúde em Português. A receita integral da sua venda será canalizada para projectos de telemedicina, ensino e formação à distância na Comunidade dos Países de Língua Portuguesa. Durante a apresentação, o enfermeiro Paulo Pereira explanou a sua acção na cooperação e desenvolvimento na Guiné-Bissau, enquanto Ricardo Marquez, médico, abordou o apoio às vítimas do tsunami no Sri Lanka. Ambos são associados e voluntários da ASP.Ricardo Carreira
Um livro de crónicas de missões solidárias

Comentários

Mais Notícias

    A carregar...