uma parceria com o Jornal Expresso

Edição Diária >

Edição Semanal >

Assine O Mirante e receba o jornal em casa
30 anos do jornal o Mirante

Vitinho - 32 anos - Torres Novas

Cromos

Vitinho é um defesa direito de boa categoria. Começou a sua carreira nas camadas jovens do Torres Novas, ainda júnior jogou no União de Tomar, esteve sete anos no União Mirense, de Mira de Aire, passando depois quatro anos no Monsanto. Este ano resolveu voltar às origens e veio ajudar o Torres Novas na sua luta pelo regresso aos bons velhos tempos dos nacionais.

Edição de 31.10.2006 | Desporto
Qual o momento que mais o marcou na sua carreira?Mais do que qualquer momento de jogo, o que mais me marcou na minha carreira foram os sete anos que passei no Mirense, As pessoas eram excepcionais, dirigentes e grupo de trabalho muito unidos e fiquei marcado para sempre por aquele ambiente que vivi no Mirense.É um jogador calmo?Sim, hoje sou um jogador mais calmo. A experiência ajuda-nos muito. Quando jovem era algo impulsivo,mas agora controlo-me com facilidade.E com os árbitros?Sou coerente com eles. Às vezes tento que vejam algumas coisas que em minha opinião estão erradas, mas de um modo geral faço-o com educação.Qual foi a pior coisa que já disse a um árbitro?Com a cabeça quente já devo ter dito algumas coisas que não devia, mas de certeza que nunca foram para colocar em causa a sua dignidade.Sendo um jogador experiente costuma dar conselhos aos mais novos?Sem dúvida. Os meus conselhos têm sempre o objectivo de não desanimarem. Incentivo-os a trabalharem com humildade, a serem calmos dentro do campo e a saberem esperar pela sua oportunidade.Já jogou em relvados e pelados. Quais são as principais diferenças?O pior é jogarmos uma semana em cada tipo. Agora já temos também os sintéticos e felizmente há alguns muito bons, mas jogar em relva natural é o melhor. Aproveitamos muito mais as nossa aptidões e até dá para nos mandarmos mais para o chão, a relva natural é um bom colchão.Está no final da carreira. Vai prosseguir como treinador?Em princípio não. Já fui convidado para treinar uma das equipas das camadas jovens do Torres Novas, mas declinei. Quero jogar até que as pernas o permitam e depois logo se vê. O ano passado fiz uma experiência como treinador no futsal e não gostei.

Comentários

Mais Notícias

    A carregar...