uma parceria com o Jornal Expresso

Edição Diária >

Edição Semanal >

Assine O Mirante e receba o jornal em casa
31 anos do jornal o Mirante

A voz do povo e a “Cova da Moura” na Castanheira

Edição de 31.10.2006 | O Mirante dos Leitores
Diz o velho ditado que a voz do povo é a voz da razão. Ora se assim for o povo da Castanheira do Ribatejo anda a comentar que os residentes do “Bairro da Cova da Moura”, na Amadora, virão residir num novo bairro a construir nesta localidade, na Quinta dos Fidalgos, depois de já terem sido rejeitados noutras localidades, como por exemplo, Olivais e Moscavide.A Cova da Moura é um bairro da Amadora e este concelho é que tem por obrigação encontrar terreno dentro da sua administração para o realojamento dos seus habitantes, segundo a lei. Porém tudo pode ser alterado por uma ordem governamental. José Sócrates já disse em público que o “Bairro da Cova da Moura tem de sair da Amadora até ao ano de 2011”. E se ele se tivesse lembrado do concelho de Vila Franca de Xira e por sua vez a câmara municipal apontasse logo a freguesia da Castanheira do Ribatejo? Não era a primeira vez que acontecia uma situação assim. Em terrenos doados pela Auto Monumental do Areeiro, com escritura lavrada, aos Bombeiros Voluntários da localidade, foi erguido um bairro social, que de social só tem o nome, uma vez que alberga muito mais gente oriunda doutras localidades do que filhos ou residentes carenciados da terra.Pelo que foi exposto acho que para tranquilidade do povo de Castanheira do Ribatejo, a câmara municipal de Vila Franca de Xira devia emitir um comunicado sobre o assunto em causa. E que este não venha tarde demais pois, como diz o velho ditado, onde há fumo há fogo.Raul Candeias – Castanheira do Ribatejo

Comentários

Mais Notícias

    A carregar...