uma parceria com o Jornal Expresso

Edição Diária >

Edição Semanal >

Assine O Mirante e receba o jornal em casa
31 anos do jornal o Mirante

Autarcas insatisfeitos com PIDDAC

Edição de 31.10.2006 | Política
O presidente da câmara de Mação lamenta que o seu concelho não tenha qualquer investimento previsto para 2007 no Plano de Investimentos e Despesas para o Desenvolvimento da Administração Central (PIDDAC)“Um zero é um zero e por isso não dá para fazer grandes comentários. Mas preocupa-me que o concelho não tenha tido nenhuma verba no PIDDAC”, diz o presidente da Câmara de Mação, José Saldanha Rocha (PSD). O autarca afirma que “há um conjunto de projectos desaparecidos do mapa” de investimentos, dando como exemplo a variante a En-vendos, o novo posto da GNR e o novo quartel dos bombeiros, para o qual já há terreno e projecto.Saldanha Rocha declara a O MIRANTE que é difícil governar um concelho que tem poucas receitas próprias sem outro tipo de ajudas e considera que “não é assim que se apoia o interior”.Discurso semelhante já havia tido também o presidente da Câmara de Constância, António Mendes (CDU). O seu concelho também não surge na lista do PIDDAC para o distrito de Santarém, que prevê um investimento global. No Cartaxo alguns autarcas manifestaram também o seu descontentamento durante a última reunião do executivo pelo facto do PIDDAC para o seu concelho apenas prever uma verba de 100 mil euros destinada à remodelação do edifício do tribunal.O vereador do PSD, Manuel Jarego, questionou como é que a autarquia vai conseguir concretizar os investimentos anunciados com tão escasso investimento da Administração Central.Na ausência do líder do executivo, Paulo Caldas (PS), o vice-presidente Pedro Ribeiro recordou que entre os investimentos prioritários propostos ao Governo estão a construção da variante à Estrada Nacional 3, a nova esquadra da PSP, uma nova Escola EB 2/3 para a cidade ou o alargamento do centro de saúde.

Comentários

Mais Notícias

    A carregar...