uma parceria com o Jornal Expresso

Edição Diária >

Edição Semanal >

Assine O Mirante e receba o jornal em casa
30 anos do jornal o Mirante

Municípios e EDP assinaram protocolo para aumento da eficiência energética

Edição de 14.02.2008 | Economia
A Associação Nacional de Municipios assinou, em Seia, um protocolo com a EDP que visa a eficiência energética dos edifícios municipais, que gastam anualmente 200 milhões de euros em electricidade, e da sede da ANMP. O protocolo tem como objectivo diagnosticar a situação energética e, a partir daí, promover a melhoria da sua eficácia.No âmbito deste acordo, a EDP compromete-se a fazer diagnósticos energéticos e auditorias aos edifícios das câmaras municipais, com o objectivo de “melhorar o desempenho energético das instalações eléctricas, ao nível da iluminação, da climatização, do comportamento térmico e do aquecimento de águas sanitárias”.Segundo o presidente do Conselho Directivo da ANMP, Fernando Ruas, “os municípios portugueses gastam cerca de 200 milhões de euros em energia”. Sem querer quantificar o nível de poupança que este projecto pretende efectivar, o autarca acrescentou que “se se poupar só dez por cento já se alcançou um valor bastante substancial”.A iniciativa integra-se nas comemorações do Ano Internacional da Terra e “mostra a motivação dos municípios para a relevantíssima causa do ambiente”, referiu Ruas, acrescentando que “independentemente dos resultados económicos a alcançar, este é um bom exemplo que as autarquias dão ao país”.Fernando Ruas apelou ainda ao Governo para que crie “verdadeiros incentivos fiscais para que as entidades privadas possam ser chamadas a acompanhar os municípios nesses objectivos”. Para o presidente da ANMP, “os municípios estão sempre na primeira linha destas decisões”, exemplificando com o processo de produção de energia eólica onde, segundo disse, eles “tiveram então de ultrapassar fundamentalismos e enormes empecilhos burocráticos para o licenciamento dos parques”. “Felizmente o Governo ouviu-nos e hoje o país é, nesse campo, uma referência na Europa”, acrescentou.

Comentários

Mais Notícias

    A carregar...