uma parceria com o Jornal Expresso

Edição Diária >

Edição Semanal >

Assine O Mirante e receba o jornal em casa
30 anos do jornal o Mirante
Fátima afundado no dilúvio e na tabela classificativa

Fátima afundado no dilúvio e na tabela classificativa

Edição de 21.02.2008 | Desporto
Dois golos felizes e muito consentidos pelo guarda-redes e defesa do Centro Desportivo de Fátima deram, domingo, uma vitória ao Feirense, no jogo disputado no Estádio Municipal de Fátima, e afundaram a equipa comandada por Rui Vitória na tabela classificativa, onde é agora a lanterna vermelha.Num jogo em que as duas equipas necessitavam de pontuar o Feirense foi mais feliz, eficaz e levou a melhor. A equipa de Vila da Feira aproveitou da melhor maneira dois erros defensivos dos fatimenses. O primeiro aos 34 minutos, Hélder Castro rematou fraco, o guarda-redes segurou a bola e tudo parecia controlado. Mas Nuno Ribeiro parecia que tinha manteiga nas luvas e deixou cair a bola para dentro da baliza, foi um frango de todo o tamanho.O Fátima até tinha entrado melhor, num terreno alagado, dominou o seu adversário, que só saía em contra ataque. Parecia que a equipa comandada por Rui Vitória estava decidida a mandar para trás das costas os maus resultados que tem vindo a acumular, e apresentando um bom futebol. Com a bola a correr pelos flancos, criou boas oportunidades para marcar, duas delas negadas com grandes defesas pelo guarda-redes do Feirense.Contudo na primeira descida até à área do Fátima, o Feirense marcou. Os fatimenses reagiram de pronto, e três minutos depois do golo da equipa nortenha, Saleiro atirou ao poste da baliza de Hélder Godinho. À entrada para o segundo tempo, Rui Vitória reforçou o ataque, com a entrada do possante Nuno Gomes. Mas as coisas não podiam começar pior, cinco minutos depois do jogo ter recomeçado, o Feirense voltou a marcar. Num lance de contra ataque a defensiva fatimense foi apanhada em contra-pé, os centrais conseguiram recuperar, mas a bola ficou presa na água à entrada da área, e Denilson, que estava na posição de fora de jogo, atirou para o fundo da baliza do desamparado Nuno Ribeiro.Daí até ao final do jogo, o Feirense limitou-se a defender. Rui Vitória colocou em campo toda a sua artilharia disponível, mas com uma defesa forte e coriácea os feirenses conseguiram levar a água ao seu moinho, levando três pontos na bagagem.Contestação aos jogadores e treinadorNo futebol passa-se de bestial a besta em muito pouco tempo. Os jogadores e treinadores que ainda há muito pouco tempo eram idolatrados, porque tiveram um comportamento exemplar na Taça da Liga, onde eliminaram o Santa Clara, Académica e o campeão nacional Futebol Clube do Porto, são agora muito contestados.Nas bancadas com pouca gente, os comentários eram muito pouco abonatórios para os jogadores e treinadores. Mas a direcção também não escapava às críticas. O facto de ter deixado sair alguns jogadores, como Marinho ou Cícero, não é perdoado pelos sócios, que acusam os directores de apenas se preocupam em acumular dinheiro.Ninguém presta declaraçõesNuma prova de que algo não vai bem no interior do Centro Desportivo de Fátima está a recusa de dirigentes, treinadores e jogadores em prestarem declarações à comunicação social.No final dos jogos e segundo o regulamento da Liga de Futebol Profissional é obrigatório que alguém dos clubes preste declarações em conferência de imprensa. Domingo, apenas o treinador do Feirense esteve na sala de imprensa, do Fátima ninguém apareceu.
Fátima afundado no dilúvio e na tabela classificativa

Comentários

Mais Notícias

    A carregar...