uma parceria com o Jornal Expresso

Edição Diária >

Edição Semanal >

Assine O Mirante e receba o jornal em casa
30 anos do jornal o Mirante

Monsanto perde com Sertanense após dois anos sem derrotas caseiras

Jogo disputado sob dilúvio acabou com vitória dos forasteiros por 2-1
Edição de 28.02.2008 | Desporto
Ao fim de mais de dois anos o Monsanto voltou a perder um jogo no campo do Pião e frente ao Sertanense por 2-1. Numa partida disputada sob um dilúvio – choveu do primeiro ao último minuto – foram os forasteiros que melhor se adaptaram às condições e quem se adiantou primeiro no marcador, por Bruno Xavier, no início do segundo tempo.Na primeira parte não houve futebol. As equipas raramente conseguiram fazer uma jogada na verdadeira acepção da palavra e prefeririam o jogo directo para as áreas contrárias. Ao minuto quatro Jamerson disparou às redes laterais da baliza de Leo Flores, dando a ilusão de ter feito golo. Na área contrária as redes de Pedro Miguel passaram por poucos apuros. O dianteiro sertanense Joca criou dois lances de perigo mas não foram verdadeiras ocasiões de golo. Por isso o intervalo foi bem vindo para todos.Com o relvado sintético encharcado, apesar de confuso na forma de jogar, o segundo tempo foi bem mais interessante. Aos minuto 50 chegou o golo de Bruno Xavier, que aproveitou uma bola a saltitar em frente à área para rematar forte com o peito do pé, com a bola a bater no poste direito da baliza de Pedro Miguel e a entrar para o fundo das redes.O Monsanto acusou o golo, enquanto os visitantes ganharam confiança. No minuto seguinte Bruno Xavier quase repetiu a graça no forte remate defendido em cima da linha de golo. Os anfitriões apenas conseguiam contrariar o jogo do Sertanense com centros para a área que nunca sortiram efeito. Pouco depois chegou o 0-2. Num livre directo a boa distância da baliza de Pedro Miguel Britto disparou forte junto ao poste esquerdo sem que o guardião lá conseguisse chegar. A partida parecia decidida. Vítor Alves efectuou uma tripla substituição. Foi um desses elementos, Carlitos, que reduziu a desvantagem ao minuto 68, ao desviar de cabeça um centro de Dany na esquerda, sem hipótese para Leo Flores. Equipa e público da casa ganharam alento e tinham 20 minutos para chegar no mínimo à igualdade mas o Monsanto nunca esteve acertado. A vitória em Monsanto permitiu ao Sertanense conquistar o segundo lugar na série D da III Divisão e aproximar-se do seu adversário. Tem agora 41 pontos face aos 48 do Monsanto, que continua a liderar a prova folgadamente.

Comentários

Mais Notícias

    A carregar...