uma parceria com o Jornal Expresso

Edição Diária >

Edição Semanal >

Assine O Mirante e receba o jornal em casa
30 anos do jornal o Mirante

“O trabalho é meu cúmplice em muitos pesadelos”

Edição de 28.02.2008 | Entrevista
O seu local de trabalho é o lar de trinta crianças que foram retiradas às famílias por serem vítimas de negligência e abusos vários. A presidente da Comissão de Protecção de Crianças e Jovens em Risco de Vila Franca de Xira, Olga Fonseca, que é também directora do Centro de Emergência Infantil da Cebi de Alverca, convive diariamente com os problemas das crianças. Tem aprendido ao longo da vida a ganhar algumas defesas e alguma distância em relação às situações mais críticas. Mas é impossível ignorar que trabalha com crianças fragilizadas. “Podemos minimizar o risco que causa em nós. Mas minimizar é uma coisa e apagá-lo é outra. Posso dizer que é um trabalho que dorme comigo. É meu cúmplice em muitos pesadelos”, desabafa.A psicóloga de formação, 43 anos, interessou-se desde cedo pela área infantil. Começou a trabalhar como psicoterapeuta e debruçou-se pelas situações de maior fragilidade ao nível das crianças. Já era funcionária da instituição quando a CEBI foi convidada para dirigir o centro de emergência infantil. Não se arrepende. O centro começou por ser apenas direccionado para as crianças do concelho, mas essa limitação há muito que foi ultrapassada.

Comentários

Mais Notícias

    A carregar...