uma parceria com o Jornal Expresso

Edição Diária >

Edição Semanal >

Assine O Mirante e receba o jornal em casa
30 anos do jornal o Mirante

As queixinhas de Paula Carloto

Edição de 28.02.2008 | Política
Este PSD não cumpre o que diz, não tem sentido de Estado, não é credível nem fiável e representa o grau zero da política. Lamentável. Nicolau Santos, Expresso 23/2. Face ao deserto em que a oposição se tornou, José Sócrates está dependente de si próprio; Luis Marques, Expresso 23/2. O ambiente interno e a bicéfalia do PSD estão piores do que já se previa; Sol, 23/2. Menezes em curto-circuito. Santana zangou-se com o líder e Cavaco não gostou da ameaça no Pacto da Justiça; Sol, 23/2. Em menos de seis meses de uma liderança errante e bacoca, Luis Filipe Menezes conseguiu que ninguém o leve a sério. Nem a ele nem a este PSD; José António Lima, Sol 23/2. O acordo da lei eleitoral autárquica já parece uma novela no que diz respeito aos social-democratas. Todos os dias surge um novo episódio; Público, 23/2; Sócrates vai ser reeleito. Não por ser excelente mas por não haver alternativa; Daniel Oliveira, Expresso, 23/2. É muito provável ele ( Sócrates) ganhar, mas falta saber se Menezes chega às eleições; João Pereira Coutinho, Expresso 23/2. Manuela Ferreira Leite admite que Menezes não chegue a 2009; Expresso 23/2. Sócrates pode dar-se ao luxo de falar deste modo porque não tem oposição de jeito ( e já agora não peçam aos jornalistas que sejam eles a oposição); Henrique Monteiro, Expresso 23/2. Na mesma semana em que o Governo comemora três anos, o PSD é condenado no Tribunal Constitucional. Como se isso não bastasse Menezes chama mais a atenção para o facto propondo uma auditoria independente às contas do seu partido; Expresso 23/2. O grande seguro de vida deste Primeiro-Ministro chama-se, até ver, PSD. Expresso 23/2. Com tanta instabilidade, não admira que o líder, Luis Filipe Menezes, diga que só sai à bomba. Seria mais seguro não dar ideias…Expresso 23/2.Comecei por retirar todas estas frases de três jornais de referência do passado sábado, que costumo ler ao final da noite, para juntar a um esclarecimento que faço questão de partilhar com os nossos leitores: Paula Carloto fez queixa de O MIRANTE à ERC ( Entidade Reguladora para a Comunicação Social) e ao Ministério Público a pretexto de um artigo publicado nestas páginas há algumas semanas.Faltam-me palavras para explicar a Paula Carloto que O MIRANTE é um jornal escrito por homens sem medo; jornalistas que vivem exclusivamente do seu trabalho profissional e em exclusividade; profissionais que não devem nada aos políticos do poder nem da oposição.O que é que este assunto tem a ver com as frases que resolvi citar do Público, do Expresso e do Sol para este comentário?. O leitor que tire as suas conclusões. De preferência depois de reler as citações que resolvi juntar em forma de antologia. JAE

Comentários

Mais Notícias

    A carregar...