uma parceria com o Jornal Expresso

Edição Diária >

Edição Semanal >

Assine O Mirante e receba o jornal em casa
30 anos do jornal o Mirante

Vinte mil fogos vazios no concelho

Edição de 30.04.2008 | Sociedade
O arquitecto paisagístico Gonçalo Ribeiro Telles usa o conceito cidade-região para explicar que Vila Franca de Xira nunca poderá estar independente da grande unidade que é a Área Metropolitana de Lisboa (AML). É em termos de AML que o problema da habitação deve ser pensado, na opinião do arquitecto, e se devem colocar questões como: “Esta expansão urbana é oportuna?” e “Vem resolver a falta de casas?”. Ribeiro Telles responde com um não a ambas as questões, uma vez que há milhares de casas vazias na AML. Luísa Schmidt mostrou-se de acordo, referindo que só a cidade de Lisboa perde nove mil habitantes por ano. Ainda assim o número de casas duplicou. No concelho de Vila Franca de Xira, o número avaliado de fogos devolutos ronda os 20 mil, segundo os especialistas, razão que os leva a defender a reabilitação desses espaços em vez da construção de novas habitações. “Somos o país que gasta mais em construção e menos em reabilitação”, lamentou Luísa Schmidt.

Comentários

Mais Notícias

    A carregar...