uma parceria com o Jornal Expresso

Edição Diária >

Edição Semanal >

Assine O Mirante e receba o jornal em casa
31 anos do jornal o Mirante
A embaixadora da Lego em Portugal bem tentava chamar a atenção de Maria de Jesus para os pequenos rectângulos vermelhos

A embaixadora da Lego em Portugal bem tentava chamar a atenção de Maria de Jesus para os pequenos rectângulos vermelhos

Edição de 12.06.2008 | Sociedade
A embaixadora da Lego em Portugal bem tentava chamar a atenção de Maria de Jesus para os pequenos rectângulos vermelhos, mas o olhar da mulher mais velha da Europa estava ausente, perdido algures numa infância onde nunca entraram os brinquedos dinamarqueses que há décadas fazem a delícia das crianças.Quando há 50 anos o brinquedo da Lego foi criado Maria de Jesus já era avó há muito tempo. E no tempo em que nasceu os brinquedos estavam reservados para os filhos dos nobres de um reino governado então pelo rei D. Carlos. A residente (e resistente) moradora na pequena aldeia do Corujo, às portas de Tomar, nunca teve sequer tempo para ir à escola, quanto mais para brincar. Ainda mal andava já ajudava na lida da casa e aos 12 anos começou a trabalhar como gente crescida, na monda do arroz nos campos de Benavente.Viveu em três séculos e comeu o pão que o diabo amassou durante os mais de 40 anos de ditadura de Salazar, nome que não gosta sequer de ouvir pronunciar. Viu filhos perecer e netos e bisnetos nascer. À sua maneira, viveu feliz. Como ainda hoje vive. Sem precisar das peças plásticas de variadas cores com que se podem construir os mais diversos brinquedos.Faltam três meses para Maria de Jesus completar 115 anos. Está praticamente surda e cega do olho direito, mas continua a fazer a sua higiene diária, a vestir-se sozinha e a comer pela sua mão. Sorri mais agora do que quando era mais nova, afiança Maria Madalena que, com 83 anos, diz sentir-se mais velha que a mãe.Maria de Jesus foi convidada de honra da primeira edição da TomarLego, realizada na cidade do Nabão. Rodeada por gente graúda mas também por muitas crianças, “vestiu a camisola” e viu pela primeira vez na sua longa vida comboios, gruas, casas e bonecos feitos com peças da marca dinamarquesa. Sorriu quando lhe ofereceram uma flor com as cores de Portugal. Voltou a ser menina, mas o seu olhar continuou perdido, algures numa infância que nunca teve.
A embaixadora da Lego em Portugal bem tentava chamar a atenção de Maria de Jesus para os pequenos rectângulos vermelhos

Comentários

Mais Notícias

    A carregar...