uma parceria com o Jornal Expresso

Edição Diária >

Edição Semanal >

Assine O Mirante e receba o jornal em casa
30 anos do jornal o Mirante
Comissão de utentes quer Hospital da Flamenga livre de “especulação imobiliária”

Comissão de utentes quer Hospital da Flamenga livre de “especulação imobiliária”

Movimento de utentes considera inaceitável a demora do processo
Edição de 03.07.2008 | Sociedade
A Comissão de Utentes de Saúde de Vialonga, concelho de Vila Franca de Xira, reivindica com urgência a reabilitação do Hospital da Flamenga integrado no serviço de saúde pública e “livre da especulação imobiliária”.“O Hospital da Flamenga continua fechado! Desde que fechou para obras, passaram 10 anos!”, revela o movimento numa carta aberta à população por considerar inaceitável a demora do processo. “Em Março de 2008 a Comissão de Saúde escreveu à Câmara Municipal de Vila Franca de Xira, procurando saber sobre a evolução da situação do Hospital, não tendo até agora obtido qualquer resposta, o que nos leva a acreditar que na verdade, nada de concreto aconteceu”, criticam. “Só juntando vontades e unindo protestos nos faremos ouvir”, diz a comissão na carta que tornou pública.Em Março de 2008 a população saiu à rua como forma de lutar pela reabertura do Hospital da Flamenga que quer integrado no serviço público. Os responsáveis pela comissão desconfiam das parcerias público-privadas e defendem uma gestão integrada no Serviço Nacional de Saúde para o hospital que foi encerrado para obras em 1998 e no qual foram investidos 350 mil euros na requalificação de uma parte do edifício e em equipamento de saúde que ainda não chegou a ser utilizado. A Comissão de Utentes de Saúde de Vialonga tem procurado manter a população informada sobre as questões de saúde, quer através de reuniões públicas, quer através da folha informativa “SOS Saúde”.
Comissão de utentes quer Hospital da Flamenga livre de “especulação imobiliária”

Comentários

Mais Notícias

    A carregar...