uma parceria com o Jornal Expresso

Edição Diária >

Edição Semanal >

Assine O Mirante e receba o jornal em casa
30 anos do jornal o Mirante

Mulher da latrina ao lado de um anúncio ao perfume Givenchy

Edição de 03.07.2008 | Sociedade
Diana Andringa era editora de um jornal da capital e tinha em mãos uma entrevista brilhante com uma mulher que passava os dias a entregar pedaços de papel higiénico frente a uma latrina de Lisboa. “Eu estava a paginar a entrevista quando entra o chefe furioso sem saber como haveria de colocar na página ao lado um anúncio ao perfume Givenchy”, contou a jornalista, no Congresso Feminista realizado em Lisboa, para explicar as escolhas que muitas vezes os jornais fazem das mulheres que entrevistam.Carla Cerqueira apresentou um estudo sobre a representação do dia da mulher na imprensa. Mas mais importante que constatar que alguns jornais apresentam casos de sucesso entre mulheres como situações excepcionais, enquanto outros optam pelos dados mais negativos por alturas da efeméride, é perceber a voz que é dada à figura da mulher no resto do ano. “Por que é que a maior parte das grandes entrevistadoras são mulheres. Espera-se que as mulheres estejam disponíveis para ouvir o homem. Alguém devia estudar isso um dia”, sugere. Diana Andringa confirma que há mais mulheres que homens a sair para a profissão, mas faz questão de realçar algumas nuances. “No dia em que têm uma gravidez de risco que as obriga a ficar em casa são capazes de perder a promoção ou ficar por baixo na lista de novas promoções”, lamenta a jornalista.

Comentários

Mais Notícias

    A carregar...