uma parceria com o Jornal Expresso

Edição Diária >

Edição Semanal >

Assine O Mirante e receba o jornal em casa
30 anos do jornal o Mirante

Ângela Florêncio

21 anos, empregada de balcão, Azambuja
Edição de 10.07.2008 | Agora falo eu
Para a praia biquini ou fato de banho?Biquini. É mais prático e sempre ficamos mais queimadas. Ainda que se goste do fato de banho é mais antiquado… Às vezes até achamos um modelo giro, mas nem pensar em levá-lo (risos). Onde seriam umas férias de sonho?Já fui uma vez ao Gêres e pretendo lá voltar. O estrangeiro não me atrai. Prefiro ir para fora cá dentro. Desperta-me mais interesse e está mais ao alcance do que ir para fora. Quando não sei para o que vou custa-me arriscar. Prefiro ir para a praia. E sempre estou mais perto se acontecer alguma coisa.Qual é a sua praia preferida?Na costa alentejana todas as praias. Prefiro às vezes mais o sossego do campo que a praia. Férias não têm obrigatoriamente que ser sinónimo de mar. Faz sentido que se organizem congressos de feministas e que se fale em luta pela igualdade entre homens e mulheres?Se tiver que falar-se em igualdade é ao contrário. Acho que os homens começam a ficar um pouco abandonados. As mulheres nesta altura estão a ganhar um grande avanço em termos de empregos e em termos de liberdades conquistadas. As mulheres têm tendência a adiar cada vez mais a maternidade. Sente isso também?A minha prioridade é organizar a minha vida e ajudar a minha família. O ideal é fazer aquilo que temos a fazer antes dos filhos. No meu caso ter filhos é um projecto que não está para breve. Mas também ainda não estou assim tão despachada. Nem tenho namorado…Sonha com uma cerimónia de casamento?Não ligo muito. Se calhar um dia vou faze-lo, mas não é o que mais me faz vibrar. Há pouco tempo uma colega casou e pôs toda a gente a chorar na igreja. Achei curioso. Ninguém estava à espera de ver a nossa menina casada. Se eu tiver que casar pelo registo não faz mal desde que seja feliz. Às vezes não há hipótese e o casamento hoje é um negócio. Costuma reciclar?Sim. Temos um ecoponto no café com as três divisões: vidro, papel e plástico. No final do dia é só passar a estrada e deixar no ecoponto que não fica muito longe. Acho que reciclando torna-se tudo mais fácil. Em casa temos três caixotes. Não é ecoponto. São três baldes não identificados, mas as pessoas lá de casa já decoraram os sítios. Costuma comer pipocas na a sala de cinema?Às vezes levo um saco de pipocas, mas faz-me um pouco de confusão estar lá com o pacote a fazer barulho. Qual foi o último filme que viu?Indiana Jones. Gosto de acção, mas também de drama e comédia. Encontram-se umas novidades giras e eu gosto de ver tudo. É apreciadora das largadas de toiros?Já estive em Vila Franca de Xira este ano durante as largadas de toiros. Fica tudo são rubro, a festa brava mexe com as pessoas. Cria-se um ambiente genuíno. Mas prefiro sobretudo as largadas, não sou grande apreciadora das corridas. Até prefiro vê-las na televisão. O que gostava de fazer profissionalmente?Estou a pensar fazer um curso profissional de hotelaria, mas tenho adiado por causa do trabalho. Com um curso sentimo-nos mais tranquilas. Aqui temos a prática. Mas falta-nos sempre qualquer coisa e a mim falta-me muito.

Comentários

Mais Notícias

    A carregar...