uma parceria com o Jornal Expresso

Edição Diária >

Edição Semanal >

Assine O Mirante e receba o jornal em casa
31 anos do jornal o Mirante
Marco Freire

Marco Freire

24 anos, empresário, Santarém

As pessoas não têm poder nenhum e nunca são ouvidas por quem está no topo. Não quer dizer que as pessoas decidam sempre, mas uma ideia bem apoiada devia ser aplicada

Edição de 10.07.2008 | Agora falo eu
Como reagia se quisessem construir uma prisão na sua freguesia?Sinceramente não ficava chateado com isso, tendo em conta que até tivemos um presídio em Santarém a que não deram utilidade. As prisões são dos espaços mais bem guardados que o país tem.É a favor da realização de referendos para decidir assuntos importantes? Muitas coisas deviam ser decididas no âmbito de referendos locais e regionais. As pessoas não têm poder nenhum e nunca são ouvidas por quem está no topo. Não quer dizer que as pessoas decidam sempre, mas uma ideia bem apoiada devia ser aplicada.Que pensa da organização de marchas gay?Acho que cada um é livre de fazer o que quer. Não vejo mal. Estão no direito de passar à minha porta desde que não interfiram comigo. Normalmente fico sempre atrás do balcão, mesmo que aqui passem marchas dos santinhos.Os sindicatos têm razão para andarem na rua semana sim, semana não?Têm muita razão mas, chega a um ponto em que não vale a pena porque isto não sai da cepa torta. O povo português é mesmo assim, não é ouvido por muito barulho que faça. Costuma ficar estendido na praia a trabalhar o “bronze”?De maneira nenhuma! Prefiro ir à pesca, que é o meu desporto. A família e amigos costumam ficar na praia e eu vou para a pesca. É verdade o que diz Zezé Camarinha, que as “camones” são atrevidas por natureza?Acho que não. Temos muitas pessoas que seguem essa linha e as portuguesas estão à altura, cada vez mais. Dá para ver!A que menina é que gostava de espalhar protector nas costas?Aquela que foi casada com um futebolista, um do Porto. A que apresenta o Top+. A Isabel Figueira! Fazia-o sem chatice (risos)…Como vendedor de artigos de pesca deve ser bom pescador…Não é por ter uma loja de pesca que se é bom pescador. É preciso ter veia para a coisa. Não vou pela paz e sossego como muitos dizem, acho que é preciso mesmo ter gosto. Depois é preciso técnica e no meu caso o peixe quase vem ter comigo.E a velha história do pescador que apanha sempre um peixe maior que o do colega?Sou pescador e muito raramente trago o peixe, mas quando acontece tiro fotografias ou tenho alguém que comprove o que apanhei. Não gosto de me estar a queimar. Apanhei um robalo de 5,7 quilos e está fotografado à entrada da loja. Se não tivesse a loja gostava de…Gostava de seguir a música, como vocalista de um grupo de Metal. Gosto de ouvir MachineHead, e Moonspell entre os nacionais. Há muitos colegas que não acreditam como vou no carro a ouvir Metal e abanco na pesca a ouvir os passarinhos na natureza. Sugira uma medida para melhorar Santarém…Santarém devia apostar mais na juventude, que é a força das cidades. Com espectáculos musicais e culturais por exemplo. O Centro Nacional de Exposições, por exemplo, está muito mal aproveitado.
Marco Freire

Comentários

Mais Notícias

    A carregar...