uma parceria com o Jornal Expresso

Edição Diária >

Edição Semanal >

Assine O Mirante e receba o jornal em casa
31 anos do jornal o Mirante

Investimento em Portugal regista melhoria em Abril

Edição de 10.07.2008 | Economia
O investimento em Portugal registou uma melhoria em Abril relativamente a Março, alcançando, pela primeira vez desde Dezembro de 2007, uma inversão de tendência, apesar de ainda continuar em terreno negativo, indica a síntese económica de conjuntura, hoje divulgada pelo INE. Em Abril, o indicador de Formação Bruta de Capital Fixo (FBCF) registou uma melhoria de 4 pontos percentuais, passando de uma queda 1,9 por cento em Março para uma queda de 0,5 por cento.De acordo com os dados do Instituto Nacional de Estatística (INE), desde Dezembro de 2007 que o investimento tem vindo a cair, passando de 10,8 por cento em Dezembro de 2007 para menos 1,9 em Março deste ano. O indicador de actividade económica registou uma ligeira subida em Abril face a Março, passando de 1,8 por cento para dois por cento.Por seu turno, em Maio, o indicador de clima económico apresentou uma pequena redução relativamente a Abril, passando de um por cento para 0,9, valor igual ao registado em Março. Segundo o INE, “o indicador de clima económico e o indicador de actividade económica sinalizaram uma conjuntura um pouco mais positiva que a do mês precedente”.No mesmo período, as exportações aumentaram 1,5 por cento, passando de cinco por cento em Março para 6,5 por cento em Abril, enquanto as importações registaram um aumento de 2,1 por cento, passando de 12,1 por cento em Março para 14,2 por cento em Abril.Em Abril, os sectores da indústria e da construção registaram uma melhoria face a Março. O índice de produção da indústria passou de uma quebra de 0,2 para uma quebra 1,1 por cento, enquanto o índice de produção da construção passou de menos 2,7 por cento em Março para 0,4 por cento em Abril.Já o indicador de confiança dos consumidores registou, em Maio, os piores valores, pelo menos, desde Novembro de 2007 (os últimos dados apresentados pelo INE), situando-se nos menos 43,3 por cento. Em Novembro de 2007, o indicador de confiança dos consumidores era de menos 37,9 por cento.

Comentários

Mais Notícias

    A carregar...