uma parceria com o Jornal Expresso

Edição Diária >

Edição Semanal >

Assine O Mirante e receba o jornal em casa
30 anos do jornal o Mirante
Ligação Carregado-Azambuja com maior fluidez e segurança em 2009

Ligação Carregado-Azambuja com maior fluidez e segurança em 2009

IC 2 vai chegar à Vala do Carregado e será alternativa à A1

As acessibilidades anunciadas respondem às reivindicações dos autarcas e empresários dos concelhos de Azambuja e Alenquer e melhoram a segurança em alguns dos pontos negros da região.

Edição de 09.07.2008 | Sociedade
A EN 3 entre Carregado e Azambuja é um dos pontos negros da sinistralidade rodoviária na região e por isso foi considerada prioritária no pacote de investimentos a realizar pelo Governo na área das acessibilidades na região Oeste. Está contemplado o alargamento da via, a construção de novas rotundas, a reabilitação do pavimento e a construção duma rede de drenagem. O concurso para a realização das obras, orçadas em cinco milhões e meio de euros, deverá ser lançado ainda em 2008 para que os trabalhos arranquem no primeiro trimestre de 2009. O estudo prévio do traçado do IC2 (EN 1) entre Carregado e Venda das Raparigas também está em curso e contempla o prolongamento para Sul até à Vala do Carregado (Vila Franca) onde haverá ligação às acessibilidades previstas para ligar a Plataforma Logística da Castanheira do Ribatejo, em construção, à Auto-Estrada (A1). O estudo inclui ligações às EN 1 e EN 3, a construção das variantes ao Carregado e a Vila Nova da Rainha, e as ligações à EN 366 em Aveiras de Cima e à zona de Rio Maior. A construção dos 77 quilómetros de estrada no IC2 está estimada em 123 milhões de euros e constitui uma nova alternativa à A1, “evitando o estrangulamento” existente nos nós de acesso à auto-estrada.A novidade foi confirmada pelo Secretário de Estado Adjunto das Obras Públicas em duas cerimónias realizada na segunda-feira nas câmaras de Alenquer e Azambuja e foi aplaudida por dezenas de autarcas e empresários que há muito reclamavam a intervenção. “Chegou a hora de Azambuja. Queremos recuperar o tempo perdido”, referiu o governante.O presidente da Câmara de Azambuja considerou que as acessibilidades anunciadas são fundamentais para o processo de desenvolvimento do concelho e frisou que o município tem uma localização privilegiada que deve ser aproveitada pelos investidores. Joaquim Ramos (PS) disse aceitar a deslocalização do aeroporto para Alcochete e frisou que o interesse nacional deve sobrepor-se às vontades locais.Para compensar os municípios afectados pela mudança, o secretário de Estado Paulo Campos anunciou que o Governo vai investir na região 197 milhões de euros em novas acessibilidades até 2012.“Depois de fechado o processo de construção do novo aeroporto no Campo de Tiro de Alcochete, não se podia demorar mais tempo para que as decisões pudessem ser tomadas, tendo em conta as necessidades em termos de acessibilidades nesta região”, disse o secretário de Estado, adiantando que as obras serão todas lançadas nos próximos quatro anos.“São quatro decisões que tomámos e que vão alterar substancialmente o panorama de acessibilidades na região”, sublinhou, tendo em conta o investimento privado e a necessidade de reduzir a sinistralidade na região.Para além do troço do IC2 e da beneficiação da EN3, foi também lançado o estudo prévio do IC 11 entre o Carregado e a A8, em Pêro Negro (25 quilómetros), com data de conclusão no quarto trimestre de 2009. Este investimento de 44 milhões de euros irá favorecer as ligações aos concelhos de Vila Franca, Alenquer, Mafra, Sobral de Monte Agraço e Arruda dos Vinhos. Serão também estudadas ligações e variantes a Arruda dos vinhos e Sobral de Monte Agraço e a articulação ao IC2 e à A10.Com vista a melhorar as condições de circulação e de segurança, vão ser feitas obras na EN9, entre Torres Vedras e Alenquer, estando previsto um investimento de 29 milhões de euros.Paulo Campos anunciou que o troço Torres Vedras/Merceana está em fase de projecto e que vai arrancar o estudo prévio de Merceana/Alenquer, tendo em conta a requalificação do traçado, a construção de novas variantes às localidades por ela atravessada e a ligação à A1. A requalificação do troço Torres Vedras/Merceana deverá arrancar no quarto trimestre de 2008 e de Merceana/Alenquer no quarto trimestre de 2009.
Ligação Carregado-Azambuja com maior fluidez e segurança em 2009

Comentários

Mais Notícias

    A carregar...