uma parceria com o Jornal Expresso

Edição Diária >

Edição Semanal >

Assine O Mirante e receba o jornal em casa
30 anos do jornal o Mirante
Sueco Ljungblad venceu etapa que terminou em Samora Correia

Sueco Ljungblad venceu etapa que terminou em Samora Correia

Edição de 17.07.2008 | Desporto
O ciclista sueco Jonas Ljungblad (P3 Transfer) ganhou a segunda e mais longa etapa do 31º Troféu Joaquim Agostinho, após 172,2 quilómetros, entre Manique do Intendente e Samora Correia, etapa que percorreu grande parte da lezíria ribatejana.O campeão nacional sueco, de 29 anos, terminou com um registo de 4:18.48 horas (média de 39,923 km/h), apesar dos esforços de Manuel Cardoso (Liberty Seguros), vencedor da Taça de Portugal, que se ficou pelo segundo posto na tirada, seguido por Nuno Marta (CC Loulé).“Ataquei a 300 metros da meta e foi por pouco, mas foi o suficiente para ganhar. Tinha pensado na vitória na classificação geral, mas quarta-feira fiquei de rastos na subida. Pelo menos, já ganhámos uma etapa”, disse Ljungblad.Entretanto o Grande Prémio já chegou ao fim e o vencedor individual foi Tiago Machado (Madeinox-Boavista), que assim conquistou o 31º Troféu Joaquim Agostinho de ciclismo, pela primeira vez decidido no tradicional circuito citadino de Torres Vedras, imitando o ídolo José Azevedo (Benfica), último português a vencer a prova, em 1998.    Machado, recém-sagrado vice-campeão nacional de fundo e de contra-relógio, foi sexto classificado na última etapa, juntando a camisola vermelha da classificação dos Sub-23 à amarela de vencedor, por 11 segundos de diferença para o espanhol Jesus Buendia (Contentpolis-Murcia), apesar do esforço final dos murcianos, ajudados pela lusa Liberty Seguros.No final das 12 voltas (98,4 km), o alemão Dirk Muller (Sparkasse), sempre na frente desde a partida, comemorou o triunfo na tirada, em 2:36.51 horas (média:37,641 km/h), reeditando o êxito da véspera do checo e colega de equipa Richard Faltus.A fuga bem sucedida, após vários ataques e contra-ataques, aconteceu depois da oitava passagem pela meta, com Muller, Machado, os espanhóis David Bernabeu (Barbot-Siper), Sérgio Herrero e Rodrigo Garcia (Extremadura) e Santiago Perez (CC Loulé) a seguirem o “Foguete da Rebordosa”, Cândido Barbosa.Com o sexto posto, a 29 segundos do demolidor Muller, Machado, campeão de “crono” Sub-23 em 2006 e 2007, ganhou a vantagem suficiente para desalojar Buendia (22º na tirada) da liderança da classificação geral, enquanto o terceiro posicionado foi Bernabeu, (sétimo na etapa), a 22 segundos de Machado.Dos 117 corredores de 17 equipas - oito das quais estrangeiras -, presentes no início deste Grande Prémio Internacional de Torres Vedras, 733,6 quilómetros atrás, terminaram hoje 74, enquanto a equipa do Boavista, liderada por José Santos juntou o título colectivo ao triunfo individual de Machado.
Sueco Ljungblad venceu etapa que terminou em Samora Correia

Comentários

Mais Notícias

    A carregar...