uma parceria com o Jornal Expresso

Edição Diária >

Edição Semanal >

Assine O Mirante e receba o jornal em casa
30 anos do jornal o Mirante

“Não sou um encargo para o orçamento de Estado”

Edição de 17.07.2008 | Economia
Paulo Sousa está no segundo ano como professor auxiliar convidado e concluiu o doutoramento em 2007. É professor convidado em função de uma parceria com a Carnegie Mellon University, dos Estados Unidos, onde dá mestrado em segurança informática por videoconferência. “Não sou um encargo para o orçamento de Estado”, graceja.O reconhecimento público do seu mérito, reforçado com a atribuição do prémio IBM, já valeu a Paulo Sousa o convite para ir leccionar para o Instituto Superior Técnico. Oferta que recusou. “Gosto muito da FCUL e nunca a trocaria. Quero fazer carreira e chegar a professor associado”, garante,Aliás, convites tentadores, mesmo do estrangeiro, não seduzem Paulo Sousa, que tem uma explicação curiosa. “Gosto muito de trabalhar em Portugal e quero retribuir ao Estado português as bolsas de estudo e de mérito que fui ganhando enquanto estudava”. Foi várias vezes melhor aluno no ensino preparatório e secundário. Na FCUL foi melhor aluno no ano lectivo 1999/2000 e foi o melhor recém-licenciado em 2001. Concluiu o curso com média de 18 valores e tirou uma dezena de vintes na vida escolar. “Sempre foi o melhor aluno e ganhou prémios e bolsas de estudo”, reforça Mónica, a esposa.Os tempos livres são aproveitados para fazer as coisas comuns. Lê, vai ao cinema, joga playstation, apanha sol no jardim, brinca com os três filhos ou navega na Internet. E para os utilizadores da rede Paulo Sousa deixa alguns conselhos. “Se tiverem dados que não querem perder, importantes, não devem aceder a sites que não sejam seguros. Não devem abrir e-mails duvidosos a oferecer prémios e coisas do género e não abrir anexos. Depois há que fazer as actualizações de segurança e possuir uma firewall, que é hoje o básico”.

Comentários

Mais Notícias

    A carregar...