uma parceria com o Jornal Expresso

Edição Diária >

Edição Semanal >

Assine O Mirante e receba o jornal em casa
30 anos do jornal o Mirante
Liberdade de expressão

Liberdade de expressão

Edição de 24.07.2008 | O Cartoon da Notícia
Numa reunião recente com moradores do bairro de São Domingos, o presidente da Câmara de Santarém, Francisco Moita Flores (PSD), não gostou de ouvir alguém referir-se à cidade como “Capital do Gótico” e rebateu os argumentos dos defensores da classificação com a dureza e crueza verbal que por vezes o caracterizam no debate político. “Só a demência dirá que Santarém é a capital do gótico. Tomar, Batalha ou Alcobaça, essas são capitais do gótico, Santarém não! Isso é como a candidatura a património mundial…”, disse o autarca perante uma plateia entre o divertido e o embasbacado. Pelos vistos essas coisas da capital do gótico e da fracassada candidatura a património mundial são do foro psiquiátrico. E não é por acaso que desde que foi investido como presidente da Câmara de Santarém, Moita Flores criou outra marca para associar à cidade: a de Santarém Capital da Liberdade. Onde se inclui a de expressão, está claro!
Liberdade de expressão

Comentários

Mais Notícias

    A carregar...