uma parceria com o Jornal Expresso

Edição Diária >

Edição Semanal >

Assine O Mirante e receba o jornal em casa
30 anos do jornal o Mirante
Agricultores à espera de receber pelo corte dos pinheiros há mais um ano

Agricultores à espera de receber pelo corte dos pinheiros há mais um ano

Edição de 23.07.2008 | Sociedade
Manuel Flausino está há mais de um ano à espera que o Ministério da Agricultura, que lhe cortou os pinheiros que tinha numa propriedade por causa do nemátodo, lhe pague o valor da madeira. O agricultor de Frade de Cima, concelho de Alpiarça, queixa-se também que o preço que lhe foi indicado está aquém do real valor dos pinheiros. Manuel Flausino diz que lhe querem dar 1.150 euros quando antes do abate tinha recusado uma proposta de um madeireiro para vender as árvores por 6 mil euros. O agricultor ia mantendo o pinhal a pensar um dia vendê-lo para poder pagar a um lar de idosos que o recebesse e à sua mulher. Por isso não se conforma com a situação e sente-se revoltado, acusando o Ministério da Agricultura de terrorismo ao mandar uma equipa com 12 moto-serras cortar-lhe as árvores que plantou há 48 anos com dinheiro emprestado. Há também produtores que passado este tempo não sabem quanto vão receber. As queixas foram apresentadas durante uma visita à localidade do secretário-geral do PCP, Jerónimo de Sousa, na quinta-feira, dia 17. Os agricultores criticaram ainda o facto de nalguns sítios estarem a rebentar pinheiros novos perto dos que foram cortados, que podem vir a propagar a doença sem que os serviços do Ministério da Agricultura acompanhem a situação. O nemátodo é uma doença que ataca o sistema de circulação da árvore, enfraquecendo-a e tornando-a mais susceptível ao ataque de outras pragas. O contágio ocorre através de um insecto.Ver Video: http://www.omirante.pt/omirantetv/noticia.asp?idgrupo=2&IdEdicao=51&idSeccao=514&id=23169&Action=noticia
Agricultores à espera de receber pelo corte dos pinheiros há mais um ano

Comentários

Mais Notícias

    A carregar...