uma parceria com o Jornal Expresso

Edição Diária >

Edição Semanal >

Assine O Mirante e receba o jornal em casa
31 anos do jornal o Mirante
Câmara de Vila Franca de Xira reforça meios na higiene urbana

Câmara de Vila Franca de Xira reforça meios na higiene urbana

Autarquia vai investir 740 mil euros na instalação de equipamentos
Edição de 23.07.2008 | Sociedade
A Câmara Municipal de Vila Franca de Xira vai investir mais de 740 mil euros na instalação de mais ilhas ecológicas e viaturas de recolha que estarão ao serviço da população do concelho. A aquisição e montagem de 65 contentores subterrâneos (ilhas ecológicas) custou mais de 381 mil euros. Os equipamentos serão distribuídos pelas várias freguesias do concelho de Vila Franca de Xira de acordo com a avaliação de necessidades já elaborada. A aquisição de duas viaturas de recolha de resíduos sólidos urbanos foi adjudicada por 358 mil euros. Os equipamentos possuem grua e dispõem de caixa especial para recolha de ilhas ecológicas. O anúncio do reforço de meios na área da higiene urbana surge depois do debate sobre a conservação dos contentores e a recolha do lixo na cidade de Vila Franca de Xira que decorreu durante a reunião pública do executivo municipal de 2 de Julho. Nuno Libório (CDU) falou de uma “inaceitável degradação da imagem do município que está a colocar em causa a higiene e salubridade pública com factores que concorrem para a perda da qualidade de vida”. A presidente da câmara, Maria da Luz Rosinha (PS) considerou que o problema foi “dramatizado” e aconselhou uma abordagem mais realista.Na rua as opiniões também se dividem. O proprietário de uma mercearia na Quinta da Mina, em Vila Franca de Xira, diz que o lixo é recolhido todos os dias e não tem qualquer razão de queixa. Quando vai colocar o lixo de manhã os contentores estão quase sempre vazios e não se queixa do mau cheiro. Opinião diferente tem Guilhermina Pina, do Bom Retiro, que defende um tratamento mais eficaz dos contentores. “Estão sujos, cheiram e às vezes custam tanto a fechar que ficam abertos e tudo”, explica na reportagem publicada na edição de 10 de Julho.O vereador socialista responsável pelo serviço, Vale Antunes, desdramatiza as críticas da oposição alegando que “hoje em dia raramente há lixo a transbordar”. “Acompanho os trabalhos dos funcionários e uma das dificuldades que sinto é algum lixo que é descuidadamente deixado fora do contentor quando esse nem sequer está cheio. Isso é que dá a imagem que aquilo não está limpo”, defende.Os serviços de limpeza municipais fazem uma recolha diária, incluindo sábados e domingos, a quase todos os contentores do concelho. A lavagem interior dos contentores é assegurada por um veículo municipal e efectuada três vezes por ano.As situações mais graves ocorrem, segundo os comunistas, na Rua Brigadeiro Fernando Alberto de Oliveira e da Avenida Capitão Meleças, ambas em Alverca, no Quintanilho (Vialonga), na Quinta da Mina (Vila Franca de Xira), no centro da Vila de Sobralinho e junto à EN10, em Alhandra.
Câmara de Vila Franca de Xira reforça meios na higiene urbana

Comentários

Mais Notícias

    A carregar...