uma parceria com o Jornal Expresso

Edição Diária >

Edição Semanal >

Assine O Mirante e receba o jornal em casa
30 anos do jornal o Mirante

PJ e ASAE apreendem 16 mil litros de bebidas contrafeitas na região

Edição de 23.07.2008 | Sociedade
A Polícia Judiciária (PJ) e a Autoridade de Segurança Alimentar e Económica (ASAE) apreenderam 16 mil litros de bebidas alcoólicas contrafeitas e constituíram quatro arguidos por suspeita de adulteração de vinhos e contrabando de álcool nas regiões de Lisboa e Vale do Tejo e Oeste. De acordo com um comunicado divulgado pela PJ, a apreensão, realizada a semana passada, no âmbito da “Operação Ginja”, decorre há dois meses, tendo sido realizadas na terça-feira, 15 de Julho, nove buscas que levaram à constituição de quatro arguidos.Os arguidos foram indiciados por falsificação e comercialização de bebidas alcoólicas, produção de whisky e licores em duas fábricas “fortemente dissimuladas e agora desmanteladas”, ocultação de produtos/bebidas alcoólicas em galinheiros ou locais recônditos. Dois dos arguidos tinham já sido referenciados anteriormente pela PJ por práticas idênticas.No decorrer da operação foram apreendidos 16 mil litros de bebida pronta a introduzir no mercado, dos quais 13 mil eram aguardentes e licores. Foram também apreendidos 50 litros de essências e aromas concentrados para utilizar na falsificação de rum, vodka, amêndoa amarga, anis e brandy, adianta o comunicado da PJ.As duas autoridades apreenderam ainda diversa maquinaria destinada ao engarrafamento, filtragem e trasfega de bebidas, bem como rótulos, cápsulas e selos (falsos) do Instituto da Vinha e do Vinho (IVV).

Comentários

Mais Notícias

    A carregar...