uma parceria com o Jornal Expresso

Edição Diária >

Edição Semanal >

Assine O Mirante e receba o jornal em casa
30 anos do jornal o Mirante

Cem 100 mil pessoas nas festas e 20 mil no cortejo

Edição de 31.07.2008 | Cultura e Lazer
A organização estima que mais de 100 mil pessoas tenham passado por Riachos de 17 a 27 de Julho. O ponto alto foi o cortejo de domingo e pensa-se que cerca de 20 mil visitantes tenham estado na rua nessa tarde. Segundo o presidente da Bênção do Gado Associação Cultural, um dos motivos de orgulho da festa deste ano foram os forasteiros. “É uma grata satisfação ver pessoas de fora. Saber que veio gente do Porto, Évora, Coimbra e Aveiro para ver o cortejo e a festa” conta Carlos Tomé, que é também vereador na Câmara de Torres Novas.O responsável considera que o cortejo teve ruas e casas a condizer, enfeitadas de flores e artefactos do mundo rural, com o envolvimento da população, além de participantes das casas agrícolas, de colectividades, num total de 120 carros em representação de 80 entidades. “Apesar da crise no país e na agricultura as pessoas são muito empenhadas”, recorda Carlos Tomé. Sem esquecer que a aposta no modelo de várias tasquinhas nas ruas também correu bem.A Bênção do Gado Associação Cultural organiza desde 2000 os festejos de Riachos de quatro em quatro anos. Uma forma de valorizar o evento e mobilizar os meios necessários de entidades oficiais, empresas e população.Em tempos antigos foi a Sociedade de Cingeleiros que organizou a festa durante largos anos. Os cingeleiros, criadores e proprietários das juntas de bois, deram origem a movimentos mutualistas para cobertura de risco de morte de algum animal. Quem estivesse no sistema via assegurado o prejuízo através das comparticipações pagas por todos, a “pesa”.

Comentários

Mais Notícias

    A carregar...