uma parceria com o Jornal Expresso

Edição Diária >

Edição Semanal >

Assine O Mirante e receba o jornal em casa
30 anos do jornal o Mirante
Barreiras cheias de mato mas ainda não foi levantado nenhum auto por falta de limpeza

Barreiras cheias de mato mas ainda não foi levantado nenhum auto por falta de limpeza

Câmara de Santarém suspeita que dois incêndios recentes tenham origem em fogo posto
Edição de 30.07.2008 | Sociedade
No espaço de cinco dias deflagraram dois incêndios nas encostas de Santarém, que se encontram infestadas de mato. A falta de limpeza é bem visível com os terrenos cheios de mato, o que constitui um elevado risco de incêndio. Mas segundo os dados do comando distrital de Santarém da PSP este ano não foi levantado nenhum auto aos proprietários por falta de desmatação. Sobre as causas dos dois fogos, que só não atingiram grandes proporções devido à rápida intervenção dos bombeiros e à acção do helicóptero estacionado em Pernes, o vice-presidente do município, Ramiro Matos (PSD), afirma que há fortes indícios de que tenha havido fogo posto. A Polícia da cidade está a investigar as ocorrências.A Câmara de Santarém dispõe de um levantamento dos proprietários dos terrenos nas barreiras da cidade que foi feito em 2003. Ramiro Matos garante que agora está a ser feita uma actualização dos dados para os enviar à PSP de modo a que estes possam actuar, levantando autos aos donos dos espaços que não estão limpos, conforme obriga a legislação. O autarca diz que não pode fazer mais e que a autarquia não pode andar a substituir-se às entidades estatais e proprietários porque não tem meios financeiros nem técnicos para proceder à limpeza. O primeiro incêndio nas barreiras ocorreu na quinta-feira, 24 de Julho, na zona do miradouro de São Bento, nas traseiras da Escola Secundária Sá da Bandeira. As chamas deflagraram cerca das 13h30 e cerca de uma hora depois o fogo estava circunscrito. Na segunda-feira, dia 28, voltou a deflagrar um incêndio, desta vez na zona da Ribeira de Santarém, com início junto à estrada que dá acesso à estação dos comboios. Suspeita-se que o fogo tenha sido posto por indivíduos que circulavam de carro e que atiraram um objecto a arder para a mata. Neste caso chegou a estar em risco uma casa, mas os bombeiros evitaram que as chamas atingissem a habitação.
Barreiras cheias de mato mas ainda não foi levantado nenhum auto por falta de limpeza

Comentários

Mais Notícias

    A carregar...