uma parceria com o Jornal Expresso

Edição Diária >

Edição Semanal >

Assine O Mirante e receba o jornal em casa
30 anos do jornal o Mirante

Caso cheio de contradições

Edição de 30.07.2008 | Sociedade
Quando os agentes da PSP do Entroncamento foram assaltados, o comando distrital emitiu um comunicado no qual falava em seis suspeitos que tinham agredido os polícias. Mais tarde veio a verificar-se que afinal só estavam envolvidos cinco elementos. Na altura a PSP não comunicou o roubo da espingarda Shotgun à Polícia Judiciária que é quem tem competência para investigar assaltos à mão armada. A PJ só entrou em acção quando o agente do Grupo de Operações Especiais (GOE) foi atingido a tiro na operação que levou à detenção dos suspeitos. Outra das dúvidas que cabe à PJ esclarecer tem a ver com as circunstâncias em que o elemento do GOE foi atingido. Inicialmente a PSP garantiu que este tinha sido atingido no abdómen numa troca de tiros com um dos suspeitos que estava barricado numa casa. Mas as últimas informações apontam para que o tiro que atingiu o polícia tenha sido disparado por um colega já que o disparo foi feito à queima-roupa e acertou não no abdómen mas sim numa nádega. A PSP afirmava que o barricado estava armado mas não foi encontrada nenhuma arma no local.

Comentários

Mais Notícias

    A carregar...