uma parceria com o Jornal Expresso

Edição Diária >

Edição Semanal >

Assine O Mirante e receba o jornal em casa
30 anos do jornal o Mirante
Morreu o escultor Lagoa Henriques que perpetuou Alves Redol em Vila Franca de Xira

Morreu o escultor Lagoa Henriques que perpetuou Alves Redol em Vila Franca de Xira

Edição de 26.02.2009 | Cultura e Lazer
Lagoa Henriques morreu no sábado, 21 de Fevereiro, com 85 anos. Foi vítima de doença prolongada. O mestre dos escultores foi o autor da escultura que perpetua o escritor Alves Redol em Vila Franca de Xira e que levantou alguma polémica devido ao facto do Neo-realista aparecer despido e sentado numa pedra.Mestre e motivador de sucessivas gerações de criadores artísticos, autor de desenhos e esculturas notáveis, poeta, conferencista e coleccionador de peças tão diversas como pinturas, conchas, livros, troncos de árvores e outros acervos, Lagoa Henriques “deixa um vazio” no círculo em que se movimentava. Iniciou os seus estudos artísticos no Curso Especial de Escultura da Escola de Belas-Artes de Lisboa, em 1945, e, em Julho de 1948, passou para a Escola de Belas-Artes do Porto, onde posteriormente foi professor. Concluiu o Curso Superior de Escultura em 1954, na Escola de Belas-Artes do Porto, com a apresentação de um trabalho de pleno relevo, classificado com a nota máxima de 20 valores, a escala utilizada à época. Foi autor da escultura representativa do poeta Fernando Pessoa que se encontra na esplanada do Café Brasileira, no Chiado, em Lisboa. O corpo de Lagoa Henriques foi sepultado no cemitério da Ajuda na segunda-feira e o funeral reuniu amigos e admiradores.
Morreu o escultor Lagoa Henriques que perpetuou Alves Redol em Vila Franca de Xira

Comentários

Mais Notícias

    A carregar...