uma parceria com o Jornal Expresso

Edição Diária >

Edição Semanal >

Assine O Mirante e receba o jornal em casa
31 anos do jornal o Mirante

Alegações finais adiadas no processo que envolve a Drinkin

Edição de 25.02.2009 | Economia
As alegações finais do processo que opõe a Drinkin, dona da fábrica de cervejas Cintra, à tecnológica Novabase foram adiadas para 26 de Março por impossibilidade de agenda de uma das partes. O processo contra a Novabase foi instaurado pela Drinkin em 2004, ano em que o Tribunal de Santarém arquivou um pedido de falência da cervejeira entregue em Outubro de 2003 pela empresa que implementou o sistema informático para gestão de vários sectores da fábrica.Nesse processo, a Novabase reivindicava uma dívida de 270 mil euros pela instalação do programa de gestão de recursos da fábrica de Santarém, concretizada entre Setembro de 2001 e Novembro de 2002. Logo nessa altura, a Drinkin alegou que “já tinha pago mais do que devia” à Novabase, assegurando que esta não só não concluiu o trabalho como o que fez “não funciona ou funciona mal”.No processo intentado contra a Novabase, a Drinkin exige ser ressarcida, alegando ainda que a imagem da empresa foi “deteriorada junto de alguns clientes” devido ao pedido de falência, o que se terá reflectido nos resultados de 2004. Ao longo das sessões de julgamento, as testemunhas arroladas pela Drinkin referiram que o sistema informático instalado não correspondia às expectativas, o que foi contrariado pelas testemunhas apontadas pela Novabase, que refutaram no essencial as acusações.

Comentários

Mais Notícias

    A carregar...