uma parceria com o Jornal Expresso

Edição Diária >

Edição Semanal >

Assine O Mirante e receba o jornal em casa
30 anos do jornal o Mirante

Agrediram ourives e levaram mais de 100 mil euros de ouro em Aveiras de Cima

Edição de 26.02.2009 | Sociedade
O proprietário da ourivesaria de Aveiras de Cima, Azambuja, assaltada na tarde de quarta-feira, 18 de Fevereiro, disse a O MIRANTE que ladrões levaram mais de 100 mil euros de ouro. “Arruinaram-me a vida”, referiu o empresário Fernando António Campanacho, a recuperar das lesões causadas pelas agressões. A empregada também foi agredida com gravidade e recuperou em casa depois de assistida no Hospital de Vila Franca de Xira. Dois homens roubaram vários objectos em ouro. Os agressores usaram um ferro, tipo pé de cabra, para agredir as vítimas na cabeça.Segundo fonte da GNR, cerca das 18h30, os dois assaltantes entraram na Ourivesaria Campanhacho, na rua da Ameixoeira e pediram para ver um artigo quando a funcionária se virou e foi agredida na cabeça. O patrão saiu em sua ajuda e acabou por levar também com o ferro na cabeça. Os assaltantes puseram-se em fuga com mais de 100 mil euros em ouro e ainda não foram capturados. Não foi vista nenhuma viatura no local. Tudo aponta para que tivessem um terceiro indivíduo à espera próximo do local.Segundo apurámos, os dois homens não falavam português correctamente e já teriam estado na ourivesaria dias antes, “provavelmente para estudarem o local e o modo de funcionamento das pessoas”, admite fonte da GNR.Este tipo de assaltos tem sido frequente na região. Em Novembro do ano passado, os assaltantes de uma ourivesaria em Santarém também actuaram de cara descoberta e munidos de pés de cabra. Depois de bloquearem a rua, entraram na ourivesaria e um deles agrediu de imediato o empregado, na cabeça, com um pé de cabra. José Carlos, de 35 anos de idade, sofreu um traumatismo craneo-encefálico. Os ladrões levaram uma quantidade de valores não quantificada pelo proprietário.

Comentários

Mais Notícias

    A carregar...